A vida tem me tratado bem. Como a vida tem tratado você?



Mimada pela vida


Eu sou filha de uma mãe reclamenta que acho que me passou esta característica. Sabe gente que nunca vê o que tem e fica focando no que não tem? Acho que às vezes sou essa aí, mas parando para pensar, a vida me tratou bem na maior parte do tempo.

1. Nasci numa boa família.

2. Pude estudar e me formar em duas faculdades.

3. Tenho uma filha perfeita e bem sucedida

4. Tenho um marido que não sabe o que fazer para me agradar.

5. Emagreço com relativa facilidade.

6. Tenho um emprego.

7. Tenho amizades que conservo desde a infância.

8. Sempre que tento algo novo, sou bem sucedida (veja este blog que não me deixa mentir).

9. Tenho uma empregada maravilhosa em casa que cuida não apenas da casa, mas também de mim quando fico doente.

10. Posso ajudar às pessoas e aos animais que amo e que me pedem ajuda.

O que é um cancerzinho bobo diante de uma lista privilegiada como a que eu fiz acima?
Minha vida não foi o tal “mar de rosas”, e em boa parte as tempestades foram provocadas por mim, mas até os tropeços foram interessantes e hoje posso dizer que sou feliz.

Você já parou para pensar no que você tem de bom? Tem amigos? Tem uma família? Tem emprego? Acho que a maioria do que eu tenho, você também tem e pode até ter mais do que eu. Se você anda reclamando, acredite, não tem razão para isto. A vida tem mimado você como tem mimado a mim também, então vamos agradecer a ela por tudo que nos dá, em vez de reclamar pelo que não temos.


Beijinho da blogueira

Imagem via tumblr, desconheço a autoria
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

62 comentários:

  1. Que lindo te ler e todos temos tantos momentos bons e lindos que fazem a vida ficar muito boa, mesmo que os percalços existam! bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe uma vida plana, é claro que existem problemas, mas eles podem e são resolvidos.

      Excluir
  2. Oooo, Betty, que post lindo e tocante. Tão bacana, tão saudável quando a gente começa a perceber o que possui, não é?
    De repente a gente percebe-se gigante, vitorioso, agregado e...abençoado.
    São aquelas sensações que ao longo da vida deixamos "pra pensar depois". Ter um LAR para chamar de seu; ter uma FAMÍLIA para ser a sua; ter um AMOR-COMPANHEIRO para seus sorrisos, SAÚDE até para ficar gripadinha hehehe e tantas outras benesses que nos cercam.

    E hoje, Betty, como eu estou precisando ler algo dessa monta. Voce não sabe o quanto seu post me foi grato e edificante. Foi o trampolim que eu precisava.

    beijos mais, queridona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      Fico feliz por ter ajudado. Como diria minha madrinha, a gente reclama de barriga cheia, não é mesmo?

      Excluir
  3. Wonderful photo!

    http://beautyfollower.blogspot.gr

    ResponderExcluir
  4. lindo texto, a vida tem me mimado também...É sempre bom ler algo deste tipo, pra dar uma sacudida, mas não sou do tipo que reclama, sou do que agradece, meu esposo que precisa ler esse texto.

    Quanto ao cancerzinho, tenho certeza que és mais forte que ele!
    Deus te abençoe sempre!
    beijão
    issoeoqueamo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mila,
      Eu, às vezes, me pego reclamando, mas logo dou um chega pra lá, pois tenho mais o que agradecer do que lamuriar.

      Excluir
  5. Verdade, Betty, às vezes precisamos refletir sobre isso pois reclamar da vida é o que todo mundo mais faz mas esquece de contar as boas coisas que acontecem. Tirando a parte de emagrecer com facilidade temos mais ou menos o mesmo perfil, costumo dizer que Deus me mima! rsrs
    Beijos,

    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu,
      emagreço com facilidade,mas engordo com facilidade tb, mas a segunda parte é tudo por conta da minha gula.

      Excluir
  6. Linda postagem Betty, temos que olhar para o que temos e não para o que não temos.
    A vdd é que temos mais motivos para agradecer do que para pedir.

    bjokas com carinho =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos mesmo! quantas pessoas não tem sequer acesso à internet?!? Se a gente está aqui se comunicando através da telinha, já faz parte de uma classe privilegiada, não é mesmo?

      Excluir
  7. Que bela reflexão minha querida! amei bjs

    ResponderExcluir
  8. E Verdade Betty temos muito que agradecer viu adorei o texto como todos os que leio aqui adoro seu blog .

    ResponderExcluir
  9. Betty, é maravilhoso quando podemos ver o que se tem de bom na nossa vida!! Uma bela lista a sua e vou dizer: você é abençoada em todos os setores de sua vida.
    Isso vale pra gente refletir o porquê de tanta reclamação.

    Bjos, te amo.
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que show de texto reconhecendo e revelando a sua gratidão, Betty Parabéns pela sua exposição e concordo com você em tudo. Amo você e também de estar aqui, Um grande abraço, tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb te amo Maria Luiza. É muito bom ter vc como amiga.

      Excluir
  11. Também sou uma privilegiada, tenho tudo que quis e sonhei, educação, berço, cultura, família, amizades. Claro, que também já passei por vários percalços, mas assim é a vida, e nestes moldes a gente aprende a valorizar o que ela nos brindou e agradecer todo o o santo dia por ser quem somos . Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maioria das pessoas é privilegiada, mas a gente se esquece do que tem.

      Excluir
  12. Muito bom o texto Betty! A gente tem essa tendência a reclamar de tudo, né? Mas se pararmos para pensar temos mais motivos para agradecer do que para reclamar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma campanha no FB para que as pessoas parem de reclamar, ao menos por um dia. Acho que parar de reclamar é muito parecido com parar de beber ou de fumar: um dia de cada vez.

      Excluir
  13. Gratidão eu creio e sempre digo e pratico é uma forma de oração
    Contra o câncer e outros males do corpo ou da alma tratamentos, oração, amor
    Se cuide e sigamos agradecendo o pouco (que nem pouco é) para merecermos o muito (que geralmente é tão pouco)

    Meu avô, quando ouvia queixas bobas e repetidas dizia: Pior é na guerra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Tina,
      O pior é fácil encontrar, precisamos nos treinar para ver o melhor.

      Excluir
    2. Exatamente
      Olhos de ver e coração de sentir
      Beijos meus

      Excluir
  14. Excelente reflexão Betty, temos mesmo que pensar no que andamos recebendo a vida.
    A vida também tem me tratado muito bem <3
    Um beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
  15. Ótima reflexão Betty! Minha mãe também é reclamenta e sinceramente não me dou muito bem com pessoas pessimistas, negativas que vê mal em tudo, acho que tudo que nos acontece não é por acaso, e temos força para passar pelas adversidades como Deus deseja, acho que manter a fé, o bom humor e a alegria transforma a vida, corações, cheios de esperança que nos dão vida e nos levam a seguir em frente e enfrentar as piores batalhas!!
    Já sabe que é vencedora, que é guerreira, sofrer pra quê!! Apenas aproveite tudo da melhor maneira e que cada instante, momento seja único e eterno, porque experiência, aprendizado é isto que carregamos por toda nossa vida!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha mãe tinha um urubu pousado no ombro, e eu percebi isto aos 12 ou 13 anos de idade. Depois de um show de pessimismo e reclamações eu perguntei a ela: E o direito à felicidade, onde fica? Levei a maior bronca, pois para ela felicidade era algo que não existia, era ilusão. Dá para acreditar?

      Excluir
  16. Nossa Betty que post lindo isso que vc falou é a pura verdade temos mais a agradecer do que reclamar e muitas vezes só reclamamos da vida que temos e desperdiçamos a oportunidade de ver o que é bom..uma linda semana para você..bjs ah da uma passadinha no meu blog to com layout novo ve se gosta bjs
    www.fernandacaterina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,
      Assim que sobrar um tempinho, vou lá olhar a nova interface.

      Excluir
  17. Ótimo post. As vezes a gente reclama de chata que somos, não sabemos agradecer por estamos vivos e bem. Amei a reflexão que me levou com essas palavras. Vou reclamar menos.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes eu estou meio chatinha mesmo, mas qdo percebo, breco logo.

      Excluir
  18. Boa tarde, Betty!
    Ninguém vive em mar de rosas, provações todo mundo passa, mas o melhor é aproveitar as
    maravilhas e os bons momentos que Deus nos proporciona!
    Graças a Deus eu só tenho a agradecê-lo por tudo que Ele me proporciona na minha vida!
    Adorei a sua postagem, valeu!

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou aprendendo a agradecer. Primeiro tive que aprender a me perdoar, que não foi fácil. Agora é hora de agradecer.

      Excluir
  19. Nós temos mesmo muito a agradecer... mas também sou reclamona
    amiga, todos aqui em casa me dizem isso. E eu sei, que apesar das dificuldades eu tenho muito a agradecer a Deus... sei disso, falo pra mim mesma, só que ainda não consegui me ouvir. Mas um dia chego lá...
    Foi muito ler e refletir com o teu texto, adorei o post Betty!
    bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me dou uns puxões de orelha de vez em sempre, me chamo para a razão...

      Excluir
  20. A well-deserved "bed of roses", I am sure.
    It's nice that you share your gratitude.
    I firmly believe good things happen to good people.
    xx

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Acho que isso é do ser humano reclamar, uns mais que os outros, kkkkk
    Mas vou te dizer uma frase que minha tia me disse num momento mto difícil:
    Deus não dá o frio maior que o nosso cobertor!
    Força e Fé sempre!

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  22. Oi Betty
    Quem não faz uma reclamaçãozinha de vez em quando, que atire a primeira pedra. Só tenho a agradecer a Deus pela minha vida, as coisas que já conquistei, pode não ser muita coisa aos olhos de muita gente, mas foram conquistas significativas pra mim.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cissa,
      O que importa é isto, que as conquistas sejam significantes para nós, os de fora pouco importam.

      Excluir
  23. Isso mesmo, Betty. Todos nós somos agraciados com mutias bençãos e , mutias vezes só focamos no negativo e nos esquecemos de tudo de bom que tenho.
    Tento ser meio "Pollyana" o que me ajuda muito a viver mais feliz.
    E viva a vida!
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes preciso trazer à tona o meu lado Pollyana, senão viro aquele bichinho do desenho animado que reclamava: Ó vida! Ó dor!

      Excluir
  24. Ótimo post!
    A carapuça me serviu
    tenho tudo isso daí, menos a facilidade de emagrecer rs! Ah e a empregada rs!
    Mas como vc disse foco nas coisas que não tenho ao invés de agradecer o que tenho.
    temos que lembrar mais disso.
    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se dou bobeira. tb foco no que não tenho, e todo mundo tem mais o que querer do que o que já tem, daí fica difícil equilibrar a balança.

      Excluir
  25. Oi Betty,
    A gente tem que aprender agradecer mais e reclamar menos.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  26. Oi Betty, que bela lista, tem muitos motivos para ser feliz!
    A gratidão é uma das forças de cura mais poderosas que existem, pena que a maioria das pessoas não sabe disso...
    Adorei seu post.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a gratidão é muito poderosa, mas mais forte do que a gratidão é o perdão, não apenas perdoar ás pessoas que magoaram a gente, mas perdoar a si mesmo.

      Excluir
  27. Aiii Betty chorei muito, obrigada por me lembrar de tudonde bom que a vida me deu, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tem muito mais do que pensa ou quer ver.

      Excluir
  28. Oi Betty.
    Eu agradeço sempre. Quando vejo que estou reclamando, paro e peço perdão, pois as vezes basta olhar para o lado, para percebermos o que temos e aprender a dar valor.
    Bom resto de semana! Bjos.

    ResponderExcluir
  29. É sempre bom contar as bênçãos, né, Betty? Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Também me sinto uma privilegiada por ter quase tudo que quis e sonhei.
    Claro, que também já passei por vários percalços. Mas nos amadurece e fortalece.
    Serve para valorizar o que ela nos deu de bom.
    Agradecer todo o dia por ser quem somos .
    Amei seu post, Betty.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Oi Betty,

    como ee bom saber que a vida nos tem dado coisas boas, pessoas maravilhosas e muitos sonhos realizados, o principal deles foi trabalhar nas areas que estudei e ter conseguido construir uma casa no campo.

    Bejim.

    ResponderExcluir
  33. Oi Betty... eu sou uma pessoa que vive agradecendo, minha vida é maravilhosa e sou grata por isso... beijosss!!!

    ResponderExcluir
  34. Desde o dia em que vc publicou esse post, tenho pensado muito nisso. Acho que vai se tornar meu "assunto" da semana e das proximas sessoes de psicoterapia pois toca justamente em coisas que tenho que mudar em mim para me sentir mais feliz.
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi comadre,
      Vc vai chegar lá! Não sabia que vc estava em terapia. Adoro terapia.

      Excluir
  35. Oi, Betty
    Muito legal esse texto. Todos os comentários aqui são válidos, todas tem razão. Temos que agradecer, temos que afugentar a tristeza. Mas sendo franca, nem sempre é "natural". Estou com a Greyce: muitas vezes temos que arrancar um otimismo em terapia. A fórceps, ou num trabalho constante, diário, trabalhoso, cansativo. É mais confortável ficar ali naquele cantinho, frustrada por não ter conseguido aquilo que se sonhou na juventude.
    Eu venho de uma família de pessoas que sofrem de depressão, infelizmente. Minha mãe sofria, meus tios. mas na época isso não era diagnosticado, não havia remédio. Depressão é uma doença silenciosa, traiçoeira, carregada de preconceito. Minha mãe era muito negativa, pessimista e se dizia "realista", dizia que a vida é dura, é fria, é uma eterna batalha árdua, não dá refresco. Cresci ouvindo isso. Hoje, por mais que eu olhe para minha vida e perceba que eu me formei naquilo que queria, trabalhei na área, casei, fui mãe, tenho meu cantinho (mas num bairro que eu não gosto), mesmo assim, sempre estou esperando mais da vida, pois meus sonhos de juventude eram diferentes dos que eu conquistei até hoje. E não eram grandes sonhos. Eram sonhos normais. Muitas vezes, me sinto frustrada, melancólica. Os anos vão passando e percebo que não posso mais realizar algo pois não é mais possível. Então, resumindo: há pessoas abençoadas, que estão sempre de bom humor, alto astral, sempre alegres e de bem com a vida. Há outras, como eu, cujo estado de espírito normal não é alegre. Sou daquelas que precisa batalhar muito para não cair na tristeza. Estar sempre vigiando, sempre alerta, lendo coisas elevadas, procurando mestres com palavras de sabedoria. Não há outro caminho: a vida não é aquilo que a gente quer, ela é. Beijos e muitas felicidades para você e suas leitoras! Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      em uma época muito ruim de minha vida tive que recorrer a anti-depressivos. eu era contra, mas aprendi que era puro preconceito e hoje vejo que teria sofrido menos se tivesse aceito tratamento medicamentoso antes.
      Já fiz terapia v´rias vezes em minha vida e adoro terapia. No momento não estou fazendo, mas tudo que é para viver melhor, sou favorável.
      Bjs

      Excluir
    2. Oi, Betty
      Concordo com você. Eu tb acabei sucumbindo ao anti-depressivo também. Também já fiz terapia e até acho que atualmente seria ótimo se tivesse condições financeiras de fazer. É necessário, sim, em alguns momentos. Lembro da autora do Comer, rezar, amar, você leu o livro? O medicamento e a terapia são bons quando são auxiliares no tratamento, quando a pessoa realmente quer ficar bem, sentir-se bem, feliz, alegre Faz parte da luta, da batalha. Eu preciso desse auxílio, embora, pessoas como eu tenha de ficar sempre alerta para que eles não se tornem muletas. Beijo pra você!

      Excluir
  36. oi Betty, eu não tinha parado pra pensar nisso. Também vivo reclamando das coisas que eu não tenho e esqueço de ver tudo o que já tenho. Assim como você, a vida também tem me mimado bastante e eu não tinha percebido. Já ouvi muito: "olha pra sua vida, quanta gente queria ter a vida que vc tem". Mas eu sempre olhei para o lado ruim e me revoltava com as pessoas. Hoje, depois de algumas sessões terapias e remédios antidepressivos (recentes) estou melhor. É claro que tem os momentos down, mas consigo sair (eu acho). Bjk e obrigada pelas dicas e pelo "chacoalhão"

    ResponderExcluir

Voltar ao topo
© Gosto disto!
Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Elaine Gaspareto
imagem-logo