Monstros familiares de fim de ano




Quem ama fim de ano? Tá eu gosto e desgosto ao mesmo tempo. Gosto por causa da decoração, das lembranças da infância, das reuniões com amigos e familiares e não gosto por causa da decoração (enfeites natalinos são caros e os que já têm em casa estão empoeirados), das lembranças da infância (me deixam triste e melancólica, tanta gente já se foi), das reuniões com os amigos e familiares (aí é que moram os monstros de finais de ano).
É das reuniões com os amigos e familiares que quero falar, pois e aí que moram os monstros de fim de ano. Não estou dizendo que meus amigos são monstros e menos ainda minha família, mas ao lado do espírito natalino mora o monstro de fim de ano, ou melhor, vários monstros.
Quem nunca se sentiu cobrada numa reunião de amigos no fim de ano? Eu já, mas sempre brinco que não adianta cobrar que eu não pago.
Vamos aos monstros de fim de ano, aqueles que residem nos comentários que as pessoas fazem nesta época. Eu resolvi separar por partes conforme as etapas da vida...

Monstros para Estudantes
1.  Já se formou? Quando se forma?
2. Está trabalhando?
3. Ainda vive ás custas de seus pais...
4. Vai fazer pós?
5. Está fazendo mestrado? Quando vai fazer doutorado?

Monstros para Solteiras
1.  Está namorando?
2. Você não se sente sozinha?
3. Todas as suas amigas já se casaram...

Monstros para quem está namorando
1.  Quando é que vai se casar?
2. Está morando junto com ele há quanto tempo?
3. Ainda não ficou noiva?

Monstros para Casadas
1.  Quando vocês vão arrumar um herdeiro?
2. Na sua idade eu já tinha dois filhos.
3. Nossa! Corajosa! Três filhos é muito hoje em dia.

Monstro para Descasadas
1.  Vocês pareciam se dar tão bem...
2.  Os homens sempre nos trocam por mulheres mais novas.
(mesmo que a outra tenha o dobro da sua idade e seja você quem pediu o divórcio)
3. Você vai arrumar alguém, você vai ver.
 (quem disse que você está procurando?)
4. Ele vai voltar, você vai ver.
(quem disse que você que ele volte?)
4. Namorado novo! Já?
5. Eu vi ele na semana passada com uma loira... 

Monstro para mães
1.  Você trabalha tanto, com quem ficam as crianças?
2.  Você deveria trabalhar, pois as crianças crescem e logo você vai se sentir sozinha em uma casa grande e vazia.
3. Quanto você ganha? Será que vale à pena pagar escolinha em tempo integral?

Monstro para quem trabalha
1.  Quanto você ganha?
2. Já trabalhei lá, mas pagam muito pouco.
3. É temporário, não é? Você tem competência para mais!

Monstro para vegetarianas
1.  Mas você come o que?
2. Não come nem peru?
(tem gente que acha que carne branca não é carne)
3. Deixa que eu mando fritar um ovo para você.

Monstro para quem está de regime.
1.  Só um pedacinho, come vai...
2. Deixe para começar o regime quando as festas acabarem.
3. Carne branca não engorda.
(isto depois de colocar meio quilo de peru no prato da “dietante”)
4. Mas você é tão magrinha, não precisa emagrecer!
5. Você fica melhor mais cheinha, se emagrecer vai parecer mais velha.

Monstrinho infantis
1.  Posso brincar no seu Smartphone?
2. Já ganhei isto no meu aniversário.
3. Eu queria amarelo.

Monstro da alegria
1.  Então é Natal...
(Simone cantando)
2. É pavê ou pacumê?
3. Vamos dar as mãos e vamos rezar.
4. Tá chegando o Papai Noel!



Este post nasceu devido a um cartoon que está circulando no facebook. Como postei na página do blog, os comentários me fizeram ver que os monstros são bem mais variados do que os do quadrinho. Aqui está ele.




E você, tem mais algum monstro de fim de ano para acrescentar a estes?



Beijinho da blogueira

Imagem de divulgação do filme "O Grinch"
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

51 comentários:

  1. KKK! bem isso, querida Betty! Eu já tive Natais super interessantes, mas ultimamente seremos poucose sem os monstros nele! Amei sua pegada! Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou passar o Natal fora, em um hotel. Desta vez estou livre.

      Excluir
  2. Eu também gosto e desgosto, mas esses monstros são invetiváveis e confesso pra você que acabo sendo grossa dependendo de como me perguntam e de quem perguntou.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê,
      Eu fico tão passada que não sei o que responder! Fico com cara de paisagem e por dentro fico me perguntando: Será que esta pessoa quis realmente dizer isto?

      Excluir
  3. Adorei o post e para te falar há 30 anos passo o final de ano numa praia simples e lá não há monstros...rs.
    Obrigada pela visita
    Tenho uma ótima 4ª feira!
    Beijos Coloridos!♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este ano vou passar num hotel, pois quero emendar Natal e ano novo, espero que os monstros sintam minha falta, pois este ano não vou estar presente.

      Excluir
    2. Betty, adorei essa! "espero que os monstros sintam minha falta, pois este ano não vou estar presente." Vai ficar no meu Moleskine ;o}

      Excluir
    3. Desta vez vou me mandar! Vão sentir minha falta, pois eu tenho vida o bastante pra ser criticada e questionada.

      Excluir
  4. Coisa chata, depois de uma certa idade as perguntas sempre são as mesmas:
    Ta namorando?
    Casou?

    Aff... Deus nós de paciência para tais questionamentos rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bell,
      Acho que as pessoas bebem e falam mais soltas nesta época, só que falam o que não queremos ouvir.

      Excluir
    2. Betty, sei lá viu? Há pessoas e pessoas, se me fiz entender. Tem gente que pergunta na inocência, porque é simplória mesmo, tacanha toda-vida e sem semancol.

      Mas há outras que, sinceramente, fazem para te cutucar, te chatear mesmo e te colocar em situação constrangedora e vexatória perante amigos e familiares.

      Sabe a do regime? Dizer à uma pessoa que tem 100 quilos, por exemplo, "Você fica melhor mais cheinha, se emagrecer vai parecer mais velha." é porque esta a fim de sacanear com ela.

      Excluir
    3. Minha ex cunhada pesava bem mais de 100 (agora fez cirurgia e está emagrecendo), mas juro que ouvi mais de uma pessoa dizendo isto para ela. Tem gente que parece que fuma maconha estragada, pois fala cada uma!

      Excluir
    4. Concordo plenamente, Betty. Tem gente que além de sacana, faz cada coisa...

      Excluir
  5. Esse ano vou passar as festas em casa como um feriado normal então vou ser poupada do: você não come nem peixe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De jeito nenhum! Mas confesso que peixe foi o último ser vivo que parei de comer.

      Excluir
  6. Betty minha querida, depois de rir muiiiiito aqui, gargalhar mesmo!, tive a máxima certeza que não estou sozinha nesse mundo e que os monstros, e suas indefectíveis perguntinhas, são os mesmos, só mudam de endereço.
    O do vegetariana ;o] é assim mesmo kkkkkkkk. E todos os outros também =oO kkkkkkkkkk

    beijos mais e parabéns pelo post bem sacadinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda sou ovo-lacto-vegetariana, vc nem imagina a quantidade de ovos que sou obrigada a comer, pois a pessoa manda fritar um pensando que está me agradando.

      Excluir
  7. Olá, Betty!
    Esse tema vai longe, o que mais me desgosta é a falsidade das comemorações!
    Lembro de 2 comemorações, apenas, da época de solteira: com 8 anos, 15 dias depois minha mãe se suicidou e, logo a seguir na casa da namorada do meu pai, que morava em apto, decorou com velas e pegou fogo na árvore.
    Com o nascimento dos filhos, preparava a decoração e amava o lúdico da festa, presentes e brincadeiras.
    Acontece que a união não se estabelece, os filhos crescem e quando se instala a discórdia na família, a comemoração deixa de ser uma alegria, passa a ser uma obrigação, para manter as aparências.
    Não comemoro mais, muito embora ache muito bonita a decoração natalina, já não tem o mesmo brilho, da época em que a pureza e a verdade eram a sua maior beleza.
    Hoje, me poupo de ter que conviver com a falsidade!
    Bela postagem, Betty, obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando minha filha era pequena, tinha lá sua graça e gosto até hoje, mas sempre enfrentei perguntas terríveis, ainda mais por ter criado minha filha sozinha. então jás viu... Mas eu não encano, só fico pensando que lá vem aquele ou aquela pessoa inconveniente. Mas sou assim mesmo: não adianta cobrar que eu não pago.

      Excluir
    2. Maria teresa, se me permitir entrar aqui na conversa, concordo contigo.

      Certa feita , e eu com minha cervical lesionada de C3 a C7, com o maldito colar, sem poder ficar por muito tempo em pé, sentada ou deitada (tinha que variar as 3 posições) não fui ao Natal.
      E não é que soube depois que minha irmã tinha dito a todos que a lesão era uma boba torcicolo?
      Precisei respirar fundo, contar a té uns 10.500 e telefonar de um em um para confirmar que era lesão e não torcicolo.

      E por essas e tantas outras histórias contadas por amigas que tenho os 2 pés atrás com essas datas de "paz e congraçamento".

      Excluir
    3. Meu marido faz isto, sei que faz na boa intenção, mas ele diminui as coisas pelas quais eu passei ou estou passando, só para não preocupar as pessoas. Já tive que falar sério com ele, pois senão ele só vai dizer que eu estou um pouquinho doente qdo eu estiver no caixão.

      Excluir
  8. Adorei, Betty, mas confesso que nunca tinha parado pra fazer uma listinha de monstros familiares:) Há 15 anos passo as festas de fim de ano longe da família/amigos (Brasil). Minha família aqui é bem pequena: meu marido é filho único, minha sogra faleceu há 6 anos e desde então ficamos só os 4 (eu, marido, sogro e nosso Yorkzinho) reunidos no Natal e Ano Novo. Felizmente há mtos anos estou livre desses monstros familiares hehehe.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sorte sua! Nestas épocas encontrar quem não viu o ano todo pode ser uma prova de coragem.

      Excluir
  9. Oi Betty!
    Adorei o post!
    Ahhh, eu ouço certas coisas aí o ano todo!!! Nem considero que sejam monstros de Natal. Enfim, eu tenho uma reunião familiar pequena no natal, mãe, dois irmãos, dois sobrinhos e o marido da irmã. Meu namorado sempre passa com a família dele, então não escuto nada desses monstros no natal.

    Que bom ^-^

    :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também escuto bobagens o ano todo, mas existe uma concentração dos monstros no final de ano. Junte um monte de pessoas que não se viram o ano todo e regue com um bocado de bebida, que não demora para os monstros aparecerem.

      Excluir
  10. Betty,
    Amei os monstros! É exatamente isso mesmo. As perguntas que dá vontade em responder bem desaforada...rsrs... Afff... Amei esse seu post.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo tem um monstrinho pelo menos, não tem?

      Excluir
  11. Oi Betty, rsrsrs... entra ano e sai ano fico cercada desses monstros e a pergunta, no meu caso, é sempre a mesma: "o que você pediu de Natal pro seu marido?" Parece uma disputa pra ver quem ganha o melhor presente! Ah, me poupe!!! Sem falar nos cochichos: "coitada da Sileni, mais um Natal sem filhos!" E vou continuar sem eles! Estou muito bem, obrigada! Afff
    Adorei o post, Betty!

    Bjs e uma ótima tarde! =)
    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, tb ouço "o que você pediu de Natal para o seu marido?". Eu não peço nada, pq se foi pedido, não é presente. Presente não é obrigação, é espontâneo.

      Excluir
  12. Oi Betty... adorei este post, olha só eu já ouvi muitas dessas perguntas desagradáveis em festas de fim de ano, a minha mãe é a rainha das frases terríveis, rsrsrs antes eu ficava irritada, mas quando me tornei mãe eu acabei levando tudo na esportiva e dou umas respostas bem incríveis pra ela e depois a gente cai na risada com a cara que ela faz... uma que eu me lembro foi dela falando que a gente não podia mais ter filhos pois 3 já estava bom demais, isso no meio de um monte de gente, ai eu falei "não mãe, eu estou fazendo tratamento pra ter gêmeos agora" e caímos na risada.... é o jeito dela e se eu ficar nervosa ou irritada acaba a festa pra mim, então resolvi enfrentar com bom humor... beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha mãe também caprichava! Como sou filha única, a carga sobrava toda para mim.

      Excluir
  13. Betty querida,
    Esses tipos de monstros aparecem o ano inteiro, pois as pessoas nunca estão satisfeitas
    em se meterem na vida alheia.
    Na família é o que mais tem infelizmente, rsrs.

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como dizem, família é bom em fotografia, pois ao vivo e a cores... Já assistiu um filme italiano chamado "Parente é serpente"?

      Excluir
  14. Oi Bete fui feliz e quase sem monstro ate os 21 anos ( Mãe fazia almoço de natal só pro marido e pros filhos, nos somos 4) era uma delicia! Ai arrumei um namorado, os primeiros anos penei, ai aprendi com quem eu podia ser grosa no natal . Agora casei e to tentando me livrar dos monstros do marido mas ta dificil !!! Ano pasado rodei a baiana e não fui soube que tinha monstro estrebuchando por minha falta rsrsrsrsrsrs
    A alem dos monstros ainda tem os folgados que acham que tua casa é restaurante, não ajudam com nada e ainda saem reclamando que falto isso ou aquilo..Boa viajem e muita felicidade pra vc.
    Um beijo da Eliane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu só Eliane, vc não está sozinha com seus monstros, pois todas nós temos os nossos.

      Excluir
  15. Hahahahah, to sofrendo com a pergunta "1. Quando vocês vão arrumar um herdeiro?". E esse negócio de oração também não é muito comigo, hahahahaha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro eu gosto de rezar sozinha, sou eu e meu Deus, rezar coletivamente não é comigo, segundo não gosto muito de dar a mão e rezar com quem sei que não me engole. Pra que falsidade?

      Excluir
  16. oi Betty eu também não gosto desta época do ano, a confusão começa em meados de setembro/outubro quando surge a pergunta, o que vamos fazer no natal? Aff... ninguém concorda com nada e quando um resolve tomar as decisões, os outros criticam e acham tudo caro. Além de tudo o que você relacionou, tem as caras feias na festa, o mau humor, as intrigas e o serviço que sobra sempre pras mesmas pessoas. Este ano já teve até chantagem emocional, do tipo: "você escolhe onde vai passar o natal, eu empresto você pra sua tia". Eu mereço, né? Todo ano eu prometo que vou viajar no natal, mas nunca tive coragem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu evito fazer isto com a minha filha, sei que ela tem a mim, a família do pai dela (somos separados), a família do marido dela e a dela mesma. Já fui muito cobrada e não cobro ninguém. Mas esta época é época de sufoco e muito gasto. Para que?!?

      Excluir
  17. Betty
    Eu adoro o Natal.. lindo demais. Tenho lembranças ótimas e graças, a Deus sempre boas.
    Nem ligo pros monstros sejam eles quais forem kkk
    Uma monstra /prima , já me perguntou: Sheylinha, tu tá tanto tempo sozinha... tá gostando de mulher, é?? kkkk Eu disse: ah, pela escassez, é um assunto a se considerar. kkkk

    Mil bjokas,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No tempo em que estive sozinha ouvi algo semelhante...

      Excluir
  18. Kkkkk Adorei os monstrinhos!
    Achei muito legal sua lista por categorias, é assim mesmo!
    Final de ano é estresse dobrado, pelos afazeres e pelas saias justas...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como tem saias justas! Será que é por causa da bebida?

      Excluir
  19. Betty querida. Meus melhores Natais foram quando eu era criança. Era uma festa bonita com a espectativa dos presentes que ganharia dos tios. Também tive os monstros me rondando perguntando sobre namorado, faculdade, trabalho. Superada essa fase tive outra época bonita quando era casada e meu filho pequeno. Era uma graça vê -lo esperando Papai Noel. Hoje em dia não tem alegria. Todo mundo adulto, ninguém nem monta árvore de Natal, nem liga pra presente. Meus pais me dão dinheiro porque dizem que não sabem comprar nada pra mim.rsrs. Eu preferia viajar mas não posso deixar meus pais idosos sozinhos. Acho triste. Então, fico torcendo para o Natal passar correndo. Se pudesse, pulava direto e ia para janeiro logo. Beijos carinhosos, Denise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu pudesse pular, pularia para depois do carnaval, pois o país fica travado até o carnaval.
      Teve uma briga imensa de família, qdo eu tinha 7 anos de idade, e foi num natal. Isto me marcou muito! Aquela briga só aconteceu por causa do natal, da reunião de muita gente, muito estresse e muita bebida. Para vc ter uma ideia, a família dividiu em 2 e nunca mais voltou a ser a mesma, então sempre fico com um pé atrás com natal.

      Excluir
    2. Puxa, que racha traumático, hein... E não é só no Brasil que isso acontece. Já reparou o monte de filme americano sobre o Thanksgiving deles? Um deles, com a Meryl Street, além de grande elenco, chama-se Álbum de Família. Muita roupa suja sendo lavada e segredos bem cabeludos sendo revelados. rsrs Beijos

      Excluir
  20. HAHAHAHA não conhecia seu blog e já adorei no primeiro post. Como é que pode né.. tantas formas e tipos de familias, e os monstrinhos são os mesmos: SEMPRE!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina,
      Seja bem vida! Fiquei feliz que vc tenha gostado.
      Bjs

      Excluir
  21. kkkkkk siiiiim, me identifiquei com varios desses mostros.
    adorei o post.
    =)
    Apesar de tudo eu sou enlouquecida pelo natal e revellion amo de paixaaaao.
    beijos
    boracozinhar-lu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Olá Betty
    Post muito interessante e cheio de verdades. Aqui em casa e na da minha mãe- principalmente, aparecem muitos monstros nesta data.
    Mas fazer o quê, o jeito é enfrentá-los e não ligar muito.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  23. Betty adorei o post! Ri muito, mas o pior é que isso acontece sempre, não apenas em festas de fim de ano. Não gosto muito dessa época, tenho vontade de viajar e dar um tempo de tudo.
    Beijos

    ResponderExcluir

Voltar ao topo
© Gosto disto!
Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Elaine Gaspareto
imagem-logo