7 Dicas para aprender a se amar mais


7 Dicas para aprender a se amar mais


Eu tenho convivido com algumas pessoas difíceis ultimamente e não são difíceis para mim, mas sim para elas mesmas e quando olho penso que passei por muitas coisas que elas estão passando. 

Fica aquela trava na garganta, pois queria muito dar algumas dicas para ensinar a essas pessoas a se amarem, mas as pessoas difíceis criam uma barreira tão grande que não dá para ajudá-las, elas sofrem e fazem as pessoas à volta delas sofrerem ou se afastarem.

Então resolvi escrever este post, que sei que não vai ajudar a essas pessoas difíceis com quem convivo, pois elas não vão ler, mas como muita gente lê os meus posts, talvez você esteja precisando de umas palavrinhas amigas para sair de uma fase ruim.

Então este post é para você, com dicas para aprender a se amar...


7 Dicas para aprender a se amar mais


1. Aceite quem você é

Eu vejo tanta gente posando de vitoriosa, quando sei que toda essa pose é medo de fracasso.
Vejo gente posando de rica, quando sei que o cartão de crédito está no vermelho há muito tempo.
Vejo gente pagando aluguel alto por apartamentos grandes demais e que não usam para quase nada aquele espaço todo, só para ostentar uma situação econômica que não tem.

Se você está posando de vitoriosa, sendo que fracassou em um relacionamento, trabalho ou projeto, acredite você não está enganando a ninguém, nem a você mesma.
Suas roupas caras sendo pagas com o seu cartão no vermelho, não estão fazendo ninguém acreditar que você é rica, nem mesmo você acredita nisto não é mesmo?
E assim por diante, quando você mente para você mesmo, você acredita estar enganando a todos, mas não está, então pare de mentir, de se auto-iludir, se endividar, e trate de se aceitar como você é.

Acredite que as pessoas irão gostar mais de você pela pessoa que você realmente é do que pela pessoa que você tentar projetar que é.
Aceite-se!


7 Dicas para aprender a se amar mais


2. Aceite a família que você tem

Parece mentira, mas tem muita gente que não gosta da própria família, tem vergonha de suas origens.

Uma coisa é dizer em alto e bom som que você veio de uma família humilde, que o seu pai é um trabalhador braçal, outra é levá-lo em um banquete com serviço a francesa em sua homenagem, pois sabe que ele vai se atrapalhar com os talheres e não vai saber conversar com os presentes.

Já tive amigas que evitavam levar as pessoas na casa delas porque conviviam com pessoas de uma classe social bem mais alta do que a da família que tinham.

Acho que não há dor maior do que negar a própria família, a sua origem, tentar esconder de onde você veio.

É fácil esconder as suas raízes e mostrar apenas a sua folhagem, mas quando você tenta destruir as suas raízes, você mata a sua arvore da vida e sem ela você não é ninguém e nem nada.


7 Dicas para aprender a se amar mais


3. Seja realista

Não crie ilusões a seu respeito, a respeito do seu estilo de vida, de seu trabalho e seus amigos.
Tem gente que mente para si mesma dizendo: Não fiz faculdade porque tive que me dedicar a minha família. Quando na verdade não fez faculdade porque não estudou o bastante e não passou no vestibular. A dedicação à família foi só uma desculpa que arrumou para si mesma para justificar a sua incompetência.

Ser quem você realmente é não é fácil e pode doer quando você criou uma mentira para si mesma, na qual passou a acreditar, mas na hora que sair deste casulo de ilusão verá que a realidade é bem melhor do que a mentira, pois ela dará asas para você voar.


7 Dicas para aprender a se amar mais


4. Fuja de pessoas negativas

Eu não estou falando para você fugir de uma amiga que está vivendo um período de luto, ou daquela pessoa que está enfrentando uma doença grave, pois ocasionalmente você vai se deparar com pessoas que estão vivendo fases difíceis na vida e que se encontram negativas.

Mas tem gente que não dá para ter por perto! Tem gente que nasceu para carpideira, chora o tempo todo, reclama de tudo e parece estar procurando sempre a borda de um caixão para se apoiar e chorar mais ainda. Este tipo de gente que reclama de tudo e parece ter uma nuvem negra sobre a cabeça deve ser evitada.

Eu sei que quando uma pessoa negativa se aproxima da gente, no inicio parece que ela está vivendo uma fase ruim e que você pode ajudar, mas quando a fase ruim se estende por meses a fio ou até mesmo por anos, creia que você não vai conseguir ajudar a essa pessoa, ao contrário, apoiando-a você estará alimentando a negatividade dela.

Fuja deste tipo de gente, pois ela pode levar você para o buraco com ela e logo você estará com a sua nuvenzinha negra em cima da sua própria cabeça, criando suas próprias tempestades.


7 Dicas para aprender a se amar mais


5. Pare de se comparar com os outros

Ninguém é igual a ninguém, então se paute pela vida das pessoas a sua volta. Mas este tema é tão importante que já escrevi um post a este respeito, que recomendo que você leia se você anda caindo nesta arapuca.



7 Dicas para aprender a se amar mais


6. Aprenda a ficar bem com você mesma

Minha mãe era uma estrela brilhante, dessas que quando entrava num ambiente, as pessoas queriam ficar perto. Ela era bem vestida, bonita, elegante, culta, mas era uma pessoa que não sabia ficar sozinha. Profissionalmente e socialmente ela tinha um brilho incrível, mas fora da vida social e profissional ela se apagava, mais do que isto se desesperava, pois não era ninguém sem uma platéia.

Ela não se interessava por seguir uma novela, curtir uma boa música, ver um bom filme, fazer um bolo, escrever um bom texto, fazer artesanato. Minha mãe não tinha um hobby.

Ela não sabia ficar sozinha, pois não sabia se dar bem com ela mesma.

Ela me serviu de exemplo negativo, pois via o quanto sofria quando não tinha nada para fazer, e por não ficar bem consigo mesma ela era hiper ativa.

Tenha outros interesses na vida além do seu trabalho e de sua família e aprenda a gostar de ficar com você mesma. Não estou falando para você se isolar, mas sim guardar uns minutinhos do dia para ficar com você, para pensar e refletir. Aprenda a fazer de você a sua melhor companhia, afinal é a única companhia com que sempre poderá contar.


7 Dicas para aprender a se amar mais


7. Desenvolva a sua espiritualidade

Mesmo que você seja ateia, e eu às vezes beiro o ateísmo (não que eu queira, mas às vezes acontece), deixe um espaço para se conectar com o universo.

Se você crê em Deus, então ficará mais fácil ainda e reserve uns minutos de seu dia para fazer uma oração.

Sinta-se abraçada pelo universo. Aprenda a meditar (é bom demais).

Não vou dizer para você para rezar para este ou aquele Deus, para esta ou aquela entidade, mas sim que desenvolva o melhor que tem você, pois ao se conectar com o universo você se sentirá amada por ele e consequentemente vai se amar.


Espero que este post ajude você a passar por uma fase difícil e que você possa se amar muito, pois gente que se ama sabe amar as pessoas a sua volta.


Beijinho da blogueira
Fotos Morguefile
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

26 comentários:

  1. Bom dia, Betty! Que belo post! Se não amarmos a nós mesmos em primeiro lugar como vamos amar o próximo? Quando temos essa conectividade com a gente mesmo tudo ao redor flui de forma mais fácil! Mas tem gente que acha mais fácil complicar as coisas, vai entender!!

    Bjs, ótimo dia! ❤️

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, querida Betty!
    Essa postagem vai ajudar muita gente, sábios conselhos!

    Beijinhos no seu ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Betty,
    Que post lindo! Cada dica é uma reflexão e precisamos acima de tudo nos amarmos e só assim poder compartilhar esse sentimento.
    Bjs❤

    ResponderExcluir
  4. Gostei das dicas.
    Infelizmente as pessoas não aceitam quando você chega e fala algumas delas.
    Há uma grande dificuldade por parte do ser humano em aceitar seus defeitos e limitações.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu terapeuta dizia que as pessoas que mais precisavam de terapia, era as que evitavam, pois sabiam que iam ouvir o que não queriam. Tem gente, embora precise ouvir, não deixa ninguém falar. Se me pedem um conselho, eu dou, mas se não eu fico quieta, embora esteja vendo a pessoa sofrer. Tenho medo que me culpe, me ache invasiva.

      Excluir
  5. Fuja de pessoas negativas...tive que fazer isto com uma amiga, ela é negativa demais, sempre está nervosa, estressada, então a sua amizade já não estava me fazendo bem. Falava (ou fala) mal das pessoas, só via defeito nos outros e suas atitudes ou estavam me contaminado ou me deixando mal por compactuar com suas ideias.
    Me afastei e hj me sinto bem mais aliviada.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já me afastei de algumas pessoas por este motivo. T~em pessoas que criam um ambiente tenso na sua volta e isto contamina.

      Excluir
  6. Bom dia, Betty, gratidão!
    Excelentes dicas, amei!
    Tive muita dificuldade em me aceitar, em estar bem comigo mesma, o que me deu forças para encarar o abandono dos meus filhos, foi o encontro com Deus e, através Dele consegui uma excelente terapeuta.
    Estar só era apavorante para mim, mas precisei passar por essa experiência, para me dar conta que não posso engolir tudo que me fazem, só para ter pessoas ao meu lado, me manipulando.
    Feliz mês de junho, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Teresa,
      É duro quando os filhos não nos apoiam, mas vc não é a única pessoa que passa ou passou por isto, conheço mais mulheres nesta situação. Qdo o lado masculino de um relacionamento é muito manipulador, manipula os filhos também.

      Excluir
  7. Lindo post, Betty!
    Dicas preciosas.
    Já postei o seu presente lá no blog...
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Um verdadeiro shot de auto-estima esse post Betty! Curti muito!!!

    ResponderExcluir
  9. Que post lindo minha querida!
    Eu também tenho convivido com gente dificil
    e sem auto estima.Pessoas querida,mas que suga muito
    minha energia.Tenha uma linda noite,beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Betty parabéns pelo seu blog, mesmo utilizando uma plataforma free, você criou um blog muito bem configurado e de muito bom gosto, Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jairo,
      A configuração do blog não é minha e sim da Elaine Gaspareto, que é a minha webmaster, mas a parte de SEO e tudo mais é meu.
      Feliz que vc tenha gostado.

      Excluir
  11. Adorei o post e as dicas amiga, parabéns!
    bjus!

    ResponderExcluir
  12. Betty,
    Amei seu post. Tem muita gente mesmo que não sabe se amar. Eu mesmo já me afastei de pessoas negativas por me deixarem mal mesmo. Acho muito ruim ter esse tipo de gente perto. E adoro ter muitos hobbys, assim mantenho minha mente ocupada e não fico pensando em besteiras.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um hobby é indispensável, faz bem a saúde mental e, se o hobby for solitário, como a leitura, faz com que agente aprenda a conviver com a gente mesmo.

      Excluir
  13. Oi Betty... eu queria tanto que umas pessoas que eu conheço lessem este post, o ruim é que são tão agressivas que se eu sugerir é bem capaz de me dizerem "o que você está querendo insinuar heim?"... não é fácil trabalhar e conviver com pessoas com problemas como estes que você citou... beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também queria que algumas pessoas lessem este post, mas sei que não vão ler.

      Excluir
  14. Oi Betty!

    Pois é, às vezes a gente cai em um ou outro "item" que você comentou, mas acaba aprendendo. Esse tipo de post é sempre muito útil porque a gente precisa de um "acorda menina" de vez em quando. Sempre sofri muito com as pessoas com a energia negativa, mas acabei aprendendo e quando vejo que o negócio está "baixando" o astral procuro sair fora.

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho uma amiga, de quem eu gosto, mas de quem achei melhor me distanciar, de tão negativa que ela é! Ela se arrasta pela vida!

      Excluir
  15. Oi Betty,
    Parabéns pelo post. Realmente concordo com cada tópico que você abordou. A gente tem que cercar de pessoas felizes, positivas. Gente que só reclama da vida nos deixa cada dia mais deprimidas.
    Temos que nos amar, cuidar da gente com carinho e amor. Isso será um reflexo de dentro para fora e atrairá cada vez mais pessoas ao nosso redor.
    Big Beijos

    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  16. Muito bom seu texto e dicas, realmente você falou tudo.
    Muitos anos atrás, quando eu era nem novinha, 16, 17 anos, não me amava, achava todos os defeitos possíveis em mim, minhas colegas de escola, meus modelos de perfeição,queria ser igualzinha a elas.
    O tempo passou um bocadão, eu amadureci, muitas coisas aconteceram, e hoje,pra meu próprio bem, eu me amo, com meus defeitos, carências, fraquezas e limitações.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Me chamou atenção desenvolver a espiritualidade....estou buscando isso a cada dia e ajuda mesmo!

    Você falou para fugir de pessoas negativas e não fugir da família, nem negar suas origens. Jamais tive vergonha da minha família, mas a minha mãe já teve altos e baixos nessa negatividade toda.

    Hoje em dia eu penso duas vezes antes de compartilhar algo bom que fiz, com ela. Porque ela jamais foi uma pessoa que teve uma vida financeira equilibrada, e eu poso de rica pra ela. Tudo porque ela NÃO sabe administrar o dinheiro dela. E não adianta, já aconselhei, exemplifiquei...e nada funciona...acredito que ela não muda mais não.

    Agora veja minha situação, em não conseguir dividir pequenas felicidades com minha própria mãe.

    :**

    ResponderExcluir
  18. Adorei. Li até para meu marido, que não entende bem o português.
    Já fui como a sua mãe.
    Precisava de uma platéia.
    Precisava da aprovação da platéia.
    Para brilhar.
    Mas graças a deus mudei.
    Hoje não preciso mais de ninguém para me senti importante.
    E lendo sobre as pessoas lamentosas, lembrei que tem uma pessoa que frequento assim.
    Ela está sempre a falar mal do marido, me fala tanta coisa, que eu não quero ouvir, fala até da intimidade deles. As vezes fico até constrangida.

    ResponderExcluir

Voltar ao topo
© Gosto disto!
Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Elaine Gaspareto
imagem-logo