Como não perder boas oportunidades na vida

9 de março de 2017 15 comentários

Como não perder boas oportunidades na vida


Eu tenho visto pessoas bem próximas a mim desperdiçarem boas oportunidades na vida e oportunidades não são como mato que nascem ou aparecem em qualquer lugar. Oportunidade é uma coisa rara que quando surgir na sua vida, agarre-a com unhas e dentes.

Senta que lá vem história...

Eu tinha sido exonerada de um cargo de direção e sido mandada de volta para a minha Secretaria de origem. Sempre trabalhei bem e sabia que o meu trabalho chamava a atenção. Passados dois meses, o diretor me chamou à sala dele junto com uma colega. Ele expôs que iria sair do cargo para um cargo melhor e que teria a oportunidade de indicar alguém para a diretoria que ficaria vaga. A minha colega tinha convivido com ele durante o período em que eu estava na direção de outro órgão e já sabia o serviço, pois era a substituta dele, e eu precisava do cargo, pois tinha perdido o meu. Ele disse que daria a oportunidade primeiro para a minha colega, pois ela era sua amiga pessoal e substituta da direção e, se caso ela não quisesse, ofereceria para mim. Acredite se quiser, ela disse NÃO! Não quis a diretoria e me deu a oportunidade de ser diretora novamente.

Ela não quis porque disse que diretoria dava muito trabalho e que ela não queria se aborrecer com isso.

Mais tarde esta pessoa me jogou na cara que eu ganhava o dobro do que ela ganhava. Eu mordi a língua para não responder que, se o meu salário era mais alto era devido eu ter incorporado os vencimentos de diretora, do cargo que ela se negou a ocupar.

Ela jogou no meu colo um presente que não quis! Abriu mão de uma boa oportunidade que nunca mais apareceu para ela.


Como não perder boas oportunidades na vida


Quem nunca jogou fora uma oportunidade na vida levante a mão. Quem nunca se arrependeu de ter perdido uma boa oportunidade? Eu joguei várias, mas também soube aproveitar muitas e se sou quem eu sou, se estou onde estou, devo muito às oportunidades que me deram e eu aceitei.

Meu marido tem uma voz ótima. Fez curso de radialista e, mal se formou, ofereceram para ele um programa no domingo à tarde. “Mas domingo à tarde? Não teria um horário melhor?”. Ele não aceitou, por mais que eu insistisse. Eu teria aceito mesmo que fosse para trabalhar de graça e de madrugada, desde que eu pudesse começar numa nova carreira e ganhasse visibilidade. Hoje vive falando que gostaria de ter uma atividade. Eu não falo nada, pois cobrar não vai reverter a situação. Foi uma ótima oportunidade perdida que não vai voltar mais.

O duro da oportunidade é que a pessoa não reconhece quando ela surge, ou até sabe que está lá, mas faz exigências querendo que a oportunidade se encaixe no momento de vida delas.

Oportunidade não é moldável, ela vem pronta para uso e se você começar a exigir que ela tenha o tamanho que você deseja, o formato que você quer, o horário que for mais conveniente, a cor que você mais gosta, ela vai fugir das suas mãos e você não vai mais recuperá-la.

Minha avó sempre dizia que a roda da sorte era como a roda de um moinho d’água, e quando a oportunidade passasse por você, você deveria se agarrar a ela, pois a roda estava subindo. Assim que chegasse no topo, você deveria tomar cuidado e se prevenir, pois a roda sempre descia. Quem não se agarra na roda da sorte nunca sobe e nunca caí, pois sempre fica no ponto mais baixo.


Mas eu vou mais longe do que minha avó, pois acho que não importa se você está no topo do mundo ou no fundo do poço, se aparecer uma oportunidade deixe a preguiça, a comodidade, a soberba de lado e agarre-se a ela. Na vida você pode ter outra ou outras oportunidades, mas jamais aquela que perdeu. Oportunidade perdida não volta mais.




Foto Pexels
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

15 comentários :

  1. Tenho pavor de pessoas que deixam "o cavalo" passar e depois querem ganhar o páreo...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Eu já perdi muitas oportunidades,mas chorar sobre o leite derramado...não vai adiantar.Nunca fui competitivo,embora eu sei que em uma sociedade capitalista, isso não seja visto "com bons olhos".Depois veio a minha doença.Quem e para já era depressivo...imagina?Hoje, devido ao anticonvulsivantes e outros,tremo muito,mas mesmo assim faço, com algum esforço,modelagens free!Até teclar as vezes tenho uma certa dificuldade,repito os caracteres ou não os coloco.Tenho sempre que estar voltando pra ler.É isso!

    Bjs!Betty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc é um vencedor! Enquanto muitos estariam no buááá vc está na luta e ganhando. Eu admiro muito vc!

      Excluir
  3. Oi Betty... eu acho que sempre aproveitei as oportunidades que me apareceram e também soube enfrentar com elegância aquelas que apareceram, competi com outras pessoas e e não fui a escolhida.
    Hoje trabalho em uma escola com um regime especial, onde ganhamos mais que os professores de outras escolas, quando eu fui convidada para participar do grupo algumas pessoas, e até meu marido, me disseram que poderia não dar certo e meu futuro seria incerto pois poderia perder meu cargo na escola onde trabalhava, eu aceitei de cara pois uma vi uma excelente oportunidade, e aqui estou há 4 anos... Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitas oportunidades envolvem desafios, sair da zona de conforto. Muita gente se nega a arrará-las por medo.

      Excluir
  4. Oii Betty tud obem?
    Eu já perdi também oportunidades com medo de tentar ou medo de nao conseguir...na empresa foi a mesma coisa tive a oportunidade da gerência porém não consegui lidar mandando nas pessoas, não era a minha praia entao deixei passar e hoje só ficou eu na empresa ou seja...não era pra ser.

    Beijinhosss ❤
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perder oportunidades e ver que perdeu, é uma forma de aprender. Tb perdi ótimas oportunidades, mas hj sei enxergar onde estão e sei aproveitá-las.

      Excluir
  5. Oi Betty,
    Eu soube aproveitar muitas boas oportunidades e outras tantas também deixei passar, mas nunca vou saber se me fariam felizes, pois naquele momento da minha vida, não me interessavam. Mas todas as que eu me interessei, eu abracei e não me arrependi!
    Beijos,
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana,
      Algumas eu me arrependo por ter perdido, por falta de visão,por imaturidade, mas serviram de lição e isto é ótimo.

      Excluir
  6. Hello, Betty!
    Parabéns pelo no cargo, você foi sábia em ter aceito!
    " Oportunidade perdida não volta mais."
    Obrigada, pelos conselhos, os levarei para sempre!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andréa,
      Hj não tenho mais o cargo, mas na época me salvou.
      bjs

      Excluir
  7. Muito bom ler isso Betty!
    Foi no momento certo, beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi,Betty
    Acho que sou como você. Já perdi oportunidades por falta de experiência. Então, valeu como amadurecimento.
    Depois de um tempo, fiquei mais atenta e passei a aceitar os desafios.
    Beijos carinhosos
    Denise
    50+modaebeleza.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maturidade faz a gente mais corajosa e mais centrada.

      Excluir



SUBIR