Razões é que não faltam para ver e rever Uma Linda Mulher – Pretty Woman

24 de janeiro de 2018 12 comentários

Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher


De repente comecei a deparar com uma série de fotos do filme Uma Linda Mulher, on line, e nem é aniversário do filme ou de um dos protagonistas para isso estar acontecendo, e foi me dando uma vontade de rever Pretty Woman, a qual não controlei. Será que o filme era tão lindo e tão bom quanto eu me lembrava que era? Pois vou contar uma coisa, o filme é melhor ainda do que eu lembrava e vale muito a pena rever uma das histórias de amor mais bonitas do cinema.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Edward pede para que Vivian suba para sua suite no hotel


Breve resenha


Uma Linda Mulher conta a história de Vivian Ward (Julia Roberts), uma prostituta que trabalha num antro de baixa prostituição no Hollywood Boulevard, e de Edward Lewis (Richard Gere), um rico empresário que se encontram por acaso e se apaixonam.

Edward contrata Vivian para serviços sexuais e de acompanhamento em eventos sociais, por uma semana, e paga U$ 3.000 por este período.

Nessa semana, Vivian passa por uma transformação, deixando de ser a prostituta simplória e sem visão de vida, para se tornar uma mulher sofisticada e com desejos de ter uma vida melhor.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Julia Roberts, como Vivian Ward, usando o vestido azul e branco que hoje é muito copiado como fantasia 

Uma Linda Mulher era para ser um drama, com um final trágico, mostrando o lado negro da prostituição, e deveria ser chamar 3.000 (a quantia que Vivian recebe de Edward), mas resolveram transformar o filme numa comédia romântica, um conto de fadas moderno.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Vivian canta na banheira do hotel

Preste atenção


Ouvidos atentos para a trilha sonora. A música Pretty Woman, de Roy Orbison, acabou dando nome ao filme, mas existem outras músicas bem conhecidas que eu não me lembrava mais que faziam parte do filme.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Edward mostra o colar que Vivian deve usar para ir à Ópera

Porque assistir ou rever


Este foi o primeiro filme importante da Julia Roberts e ela foi indicada para o Oscar por sua atuação.
O casal é perfeito, lindo e faz a gente sonhar que tudo é possível.

As comédias românticas saíram de moda e faz tempo que não aparece nada interessante deste gênero, mas assistindo Pretty Woman, dá vontade de maratonar todas as comédias românticas dos anos 90, com a Julia Roberts e com a Meg Ryan, que também foi uma possível escolha para protagonizar Vivian.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Vestidos icônicos do filme Pretty Woman

Moda e figurino


O figurino é bem anos 90, mas depois que Vivian faz compras na Rodeo Drive e passa a se vestir como uma mulher sofisticada, dá vontade de comprar algumas peças brecholentas e começar a seguir o estilo de Uma Linda Mulher.

É certo que o cabelão da Julia Roberts solto no melhor estilo samambaia, causa um pouco de estranheza, mas depois de preso, ela realmente fica maravilhosa.

Tirando as ombreiras dos anos 90, que hoje parecem um bocado exageradas, existem três vestidos icônicos no filme; o mini vestido de renda preta, o vestido vermelho com que Vivian vai à Ópera e o vestido midi em tom castanho de bolinhas brancas. Aliás, todos esses 3 modelitos poderiam ser usados hoje tranquilamente.


Revendo Pretty Woman – Uma Linda Mulher
Cena final de Uma Linda Mulher

Se você não tem programa para este final de semana, então assista Uma Linda Mulher, se já assistiu, reveja, pois tenho certeza que vai ver com outros olhos e gostar ainda mais deste filme romântico.

Você pode encontrar o filme completo no Youtube ou na Netflix.






Todas as imagens são de divulgação do filme
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

12 comentários :

  1. Esse filme foi mesmo muito bom e adorei rever cenas por aqui. E a música, ficou pra sempre também! beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Betty, já assisti a esse filme várias vezes. Realmente vale a pena revê-lo.
    Amei o post!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Julia Roberts, tão novinha e tão lindinha nesse filme. <3

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre gostei desse filme, Betty! Principalmente a cena da loja que ela esfrega na cara da mulher que ela comprou e muito!

    Vale, sim, muito a pena ver e rever quantas vezes quiser!

    :**

    ResponderExcluir
  5. Eita, faz tanto tempo que eu vi. Deu vontade de rever! Beijinhos amiga!

    ResponderExcluir
  6. Adoro suas indicações para filmes e séries, mas agora mexeu comigo!!!!
    Eu já assisti dezenas e dezenas de vezes esse filme, e assistirei muitas outras.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Esse filme é maravilhoso, tem de tudo, beleza, moda e o mais importante o sonho do amor correspondido. Outro dia assisti e me apaixonei novamente por esse filme.
    Bjos tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Betty,
    Depois que vi o filme, não sosseguei até comprar um brinco parecido com o que ela usou com o jeans e o blazer. Fiquei obcecada e acabei encontrando.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Nossa Betty, eu acredito que tenha assistido este filme umas 30 vezes, rsrsrs Adorooo
    E estes três vestidos realmente são icônicos!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  10. Olá
    eu vi esse filme ano passado pela primeira vez e me apaixonei. Tão lindinho. eu gosto de comédias românticas, mas faz tempo que não vejo uma bem boa.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  11. Betty,
    Esse filem pode passar mil vezes que eu assisto como se fosse a primeira vez, amooo ♥♥♥

    Bjoos ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi Betty, o vestido longo vermelho da Ópera e o petit-pois marrom com branco do Jockey Club são atemporais. Lembro que na época do filme fui a NY e trouxe um vestido verde com bolinhas brancas com cinto marcando a cintura bem estilo Vivian Ward. Este filme é lindo! Vale a pena ver de novo sim. Beijos!
    www.janeisatomas.com.br

    ResponderExcluir



SUBIR