Felicidade dá trabalho

7 de março de 2018 6 comentários

Felicidade dá trabalho


Eu sempre digo que felicidade dá trabalho e não é feita para preguiçosos. Ser feliz envolve empenho para consigo mesma e para com as pessoas, os animais e até o ambiente a sua volta. Não tem essa de ficar deitada num divã, como uma romana antiga, saboreando uvas, dadas na boca pelo seu escravo. Passividade não faz ninguém feliz, pois a felicidade é ativa.

Eu tenho uma amiga que lembra muito o Hardy Har Har, da animação Lippy The Lion e Hardy Har Har, as mais novas não vão lembrar deste desenho, embora ele tenha sido repetido à exaustão até há alguns anos atrás, mas as vintage, como eu, devem saber do que estou falando. Hardy é uma hiena que se arrasta pela vida reclamando de tudo, “oh vida, oh azar”, Enquanto o Lippy é muito otimista, animado, está sempre rindo. Essa minha amiga é uma querida e eu devo muito a ela, então espero que não esteja lendo este post e, se ler, que entenda e não me leve a mal, mas ela é uma pessoa que reclama de tudo e arrasta os pés para andar. Ela tem filhos lindos e bem sucedidos, uma ótima casa, vem de uma família maravilhosa, mas o mundo parece pesar uma tonelada nas suas costas e ela faz nadica para tirar este peso dos ombros.


Felicidade dá trabalho


É muito difícil correr atrás da felicidade se você arrasta os pés pela vida para andar e está sempre de cabeça baixa. Então a primeira regra para encontrar a felicidade é levantar os olhos e olhar para frente, pois a felicidade não está no chão perdida como uma nota de R$ 100,00. Você vai ter que olhar em frente para poder vê-la.  Também não adianta olhar para trás, pois a felicidade do passado não vai alcançar você, é melhor deixa-la por lá. Também pare de arrastar os pés pela vida, pois para alcançar a felicidade você vai ter que andar e até mesmo correr.

Mas a felicidade não é feita apenas de otimismo, mas sim de interação com seus semelhantes. Felicidade é gregária, e eu vou ter que concordar com o poeta “é impossível ser feliz sozinho”. Não estou dizendo que você precise ter um companheiro ou companheira para ser feliz, muito embora isso possa ajudar, mas vai ter que se dedicar a alguém ou alguéns, pois felicidade no deserto é para psicopatas, eles não dependem de nada ou ninguém para serem felizes, se é que são felizes.

Se você quer ter alguém na sua vida, vai ter que aceitar aquela promessa que se faz na igreja na hora do casamento: “na alegria e na tristeza”, ainda que você não seja católica e nunca tenha casado na igreja. Um relacionamento a dois envolve tanto felicidade quanto problemas, então vai ter que aceitar os dois e saber conviver com fases positivas e negativas para ser feliz.


Felicidade dá trabalho


Se você gosta de bebê e quer ter um filho, então saiba que eles não cheiram somente a talco, vai ter que trocar muitas fraldas fedidas e acordar no meio da noite para alimentar o pequerrucho, sendo que a sua fome de sono pode ser maior do que a vontade de mamar dele.

Para ter cães, gatos e plantas, vai ter que se dedicar. É muito gostoso brincar com um cachorrinho, mas lembre-se que ele precisa comer, descomer, passear, e você vai gastar uma pequena fortuna no veterinário e pet shops.
Nem plantas sobrevivem sem cuidados.

Mas não dá para ser feliz eliminando todo o trabalho físico e emocional que se possa ter e vai ter. Não dá para ser feliz indo surfar, ou praticando ioga e procurando apenas a própria satisfação.


Felicidade dá trabalho


É logico que você precisa de um tempo para você, você precisa sim se cuidar, mas cuidar só de você visando só a sua realização e satisfação é caminhar num deserto. Até o deserto pode ser satisfatório nos primeiros minutos, o sol é bom, a areia e morna, o silêncio é pacificador, mas tente ficar no deserto por dias e você vai ver que não existe felicidade em ficar só. Acredito em felicidade de estar só, por escolha e por um tempo, tempo esse que todos nós precisamos, mas ficar só não é a fórmula para ser feliz.

Quer ser feliz? Mãos à obra, olhe para frente e para os lados, veja quanto o mundo e seus semelhantes precisam de você, pois assim como o inferno são os outros (Sartre), o céu também reside neles.
Felicidade não é para egoístas e nem reside no seu próprio umbigo.


Para quem não sabe quem é Hardy Har Har






Primeira foto @zara.world, todas as demais StockSnap
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

6 comentários :

  1. Ótimo post Betty! É bem isso. Quer ser feliz? "Bora" corre atrás da felicidade. Bjs

    ResponderExcluir
  2. bacana esse post, acho que tudo que a gente quer de verdade tem que se empenhar e correr atras

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Ei Betty
    Lembro-me muito bem desse desenho,é inesquecível.Pra mim a felicidade é feita de momentos, na maioria das vezes são nas coisas simples que encontramos a verdadeira felicidade, e só depende de nós mesmos.
    Beijo, querida.

    ResponderExcluir
  4. Oi Betty... este desenho sempre me inspira para falar com meus alunos, rsrsrs
    é isso, mesmo: quer ser feliz? se mexa, corra trás... Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Betty,

    Nossa, lembro muito bem desse desenho....Eu tinha uma birra desse personagem....Nada era bom para ele!
    Acredito que buscar a felicidade olhando só para o próprio umbigo é impossível.
    Sem dedicação não há satisfação...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Palmas! Muito bom o texto! Ah... eu me lembro de Hardy, a hiena, rs

    ResponderExcluir



SUBIR