Filmes biográficos sobre mulheres especiais - Dia Internacional da Mulher

8 de março de 2018 20 comentários

Filmes biográficos sobre mulheres especiais - Dia Internacional da Mulher



Para comemorar o Dia Internacional da Mulher separei 14 filmes biográficos sobre mulheres especiais ou fatos que envolvam a condição da mulher no mundo. Podem existir filmes melhores ou mais famosos sobre mulheres, mas entre os filmes que tratam de mulheres reais, estes são os melhores.

Escolhi estes filmes para o Dia Internacional da Mulher porque dizem respeito a mulheres que de alguma forma mudaram o mundo ou influenciaram uma geração para melhor.

14 filmes sobre mulheres reais para comemorar o Dia Internacional da Mulher

(colocados em ordem alfabética)


A Noviça Rebelde


A noviça rebelde (1965)


Maria (Julie Andrews) é uma noviça que não se adapta bem ao convento, na Áustria, e vai trabalhar na casa de um viúvo, o Capitão Georg von Trapp (Christopher Plummer), que tem sete filhos. Após a morte da esposa, von Trapp cria os filhos numa disciplina militar. A chegada de Maria vai mudar toda rigidez da casa.

O capitão é convocado para lutar na guerra ao lado dos nazistas e se vê obrigado a fugir.
Maria se casa com o Capitão von Trapp.

O filme é um musical e tem canções inesquecíveis, como The Sound Of Music.


A Outra


A Outra (2008)


Henrique VIII (Eric Bana) estava desesperado para ter um filho homem para poder passar a coroa, então o tio e o pai de Maria (Scarlett Johansson) e Ana Bolena (Natalie Portman) fazem com que Maria seduza o rei. Maria engravida e tem um filho do rei, mas Ana Bolena não se dá por vencida e luta pelo coração de Henrique VIII passando por cima de sua irmã Maria (amante do Rei) e da esposa legítima do rei, Catarina de Aragão (Ana Torrent).


As Sufragistas


As Sufragistas (2015)


O filme conta a história da rebelião das mulheres do Reino Unido pelo direito de votar. A história e si é real, mas os personagens não são, exceto Emmeline Pankhurst (Meryl Streep). Inicialmente as reivindicações eram feitas de forma pacifica, até que entenderam que não iriam conseguir nada e partiram para atos de vandalismo.


Coco antes de Chanel


Coco Antes de Chanel (2009) 


Gabrielle Chanel (Audrey Tautou) era uma moça humilde que foi criada em um orfanato, junto com a sua irmã. Já adulta ela fazia pequenos serviços de costura e cantava num bar, até que conheceu Étienne Balsan (Benoît Poelvoorde), que se tornou seu amante e protetor. Ela passou a desenhar chapéus mais confortáveis do que os que eram usados na época e a se vestir com roupas masculinas. 

Seu estilo caiu no gosto das mulheres da alta sociedade e ela se tornou uma estilista famosa.

Coco nunca se casou, mas revolucionou a moda e a maioria das roupas e acessórios que usamos hoje devemos a ela.


Comer Rezar Amar


Comer Rezar e Amar (2010)


Eu li o livro e assisti ao filme, gosto de ambos, sou até suspeita para falar sobre Comer, Rezar e Amar.

O filme é autobiográfico e conta a história de Liz (Julia Roberts), uma mulher bem-sucedida com um bom casamento, boa casa, amigos e emprego, que resolve largar tudo e partir em busca do autoconhecimento, indo para a Itália, Índia e Bali.


Elizabeth


Elizabeth (1998)


Elizabeth (Cate Blanchett) se torna Rainha da Inglaterra em 1558, e tem que enfrentar um país falido e dividido em facções.

Ela comete muitos erros, mas aos poucos vai se firmando como soberana respeitada por todos.


Elizabeth: A Era do Ouro


Elizabeth: A Era de Ouro(2007)


Embora a atriz seja a mesma, Cate Blanchett, o filme não chega a ser uma continuação do primeiro e dá para assistir aos filmes separadamente, pois um não precisa do outro para ter sentindo.

Elizabeth se encontra no poder há quase três décadas e tem que enfrentar rivalidades internas e externas.

Uma onda de fundamentalismo católico, guiada pela Santa Inquisição, assola a Europa e o Rei da Espanha, Felipe II (Jordi Mollá), servindo de testa de ferro para o Vaticano, quer atacar a Rainha Herege.

Ao mesmo tempo, Elizabeth tem que lidar com uma paixão inesperada por Sir Walter Raleigh (Clive Owen).


Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento


Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento (2.000)


Erin Brockovich é mãe de três filhos pequenos e está passando por uma situação difícil. Ela se viu envolvida num acidente de carro, do qual não teve culpa e pede para seu advogado, Ed Masry (Albert Finney), contratá-la para trabalhar com ele.

No escritório de advocacia ela descobre alguns registros perdidos sobre propriedades com água contaminada e pede para investigar.

Ela descobriu que pessoas estavam morrendo em uma cidadezinha por causa da contaminação provocada por uma empresa.

Se não fosse o trabalho árduo de Erin, essas pessoas jamais seriam indenizadas pelos danos causados pela empresa.


Estrelas Além do Tempo


Estrelas Além do Tempo (2016)


Este filme já foi mostrado aqui no blog, então basta clicar para saber mais sobre Estrelas Além do Tempo.

Em 1961 os Estados Unidos se encontravam em plena guerra fria com a União Soviética e ambos participavam ferrenhamente da corrida espacial. Ao mesmo tempo, os EUA enfrentavam uma separação racial e essa separação se refletia na NASA, fazendo com que cientistas negras fossem obrigadas a trabalhar em um ambiente separado dos demais funcionários.

Esse grupo de mulheres negras vai fazer a diferença na corrida espacial e hoje elas são vistas como heroínas nacionais.


Frida Poster


Frida (2002)


O filme mostra a vida da pintora Frida Kahlo (Salma Hayek) e seu casamento aberto com o pintor Diego Rivera (Alfred Molina), bem como o seu caso com Leon Trostky (Geoffrey Rush) e o seu relacionamento com outras mulheres.

É um filme intenso e Salma Hayek está perfeita no papel de Frida.


Livre Poster


Livre (2014)


Cheryl Strayed (Reese Witherspoon), após perder sua mãe, se divorciar e entrar numa fase de autodestruição, com muita droga, resolve viver mais próxima da natureza. Para isso, se aventura numa trilha perigosa, em uma viagem solitária, pela costa do Pacífico.

O filme rendeu um Oscar de Melhor atriz para Reese Witherspoon.


Nise - O Coração da Loucura


Nise- O Coração da Loucura (2016)


Nos anos 50 o tratamento dos esquizofrênicos era feito por eletrochoques e/ou lobotomia e a Dra. Nise da Silveira discordava de seus colegas psiquiatras. Ela se viu isolada dos outros médicos no Hospital Psiquiátrico do Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, e deram para ela comandar o setor de Terapia Ocupacional, um setor onde não havia nada além de abandono. Ela transforma o setor em um ateliê de arte e vários internos obtêm ótimos resultados com a nova terapia.


O Diabo Veste Prada


O Diabo Veste Prada (2006)


Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jornalista recém formada que dá a sorte (ou seria azar?) de ser contratada para trabalhar na Revista Runaway, como assistente direta da poderosa Miranda Priestly (Meryl Streep). O problema é que Miranda não é uma pessoa fácil de lidar e Andy vai aprender isso aos tropeções.

O filme é baseado no livro do mesmo nome escrito por Lauren Weisberger, que foi assistente de Anna Wintour, a Editora Chefe da Vogue EUA. Embora Lauren jure que tudo é ficção, para não sofrer um processo legal, tudo indica que tenha sido baseado na relação da autora com a sua chefe.


Sob o Sol da Toscana


Sob o Sol da Toscana (2003)


O filme é baseado no livro autobiográfico de Frances Meyes. Frances (Diane Lane) era uma profissional bem sucedida e bem casada até o momento em que descobre que seu marido a traia. Ela sai do casamento sem nada, pois o divórcio leva todos os seus bens.

Para se refazer da queda, uma amiga lhe dá de presente uma viagem para a Toscana. Frances se encanta com uma casa em Cortona, que necessitava muito de reforma e resolve compra-la. Frances não muda apenas a casa, mas também sua própria vida.

🎦🎥🎦🎥

Eu não tinha assistido todos os 14 filmes que resenhei aqui, faltavam dois: As Sufragistas e Nise. Como não gosto de copiar resenha de outros blogueiros e nem falar de algo que não domino, resolvi assistir antes de escrever o post, e Nise – O Coração da Loucura foi uma grata surpresa. O filme é honesto e emocionante. Todos os filmes que citei aqui são ótimos, mas Nise passa do ótimo, pois é um filme imperdível. Não deixe de assisti-lo, está disponível na Netflix.




Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

20 comentários :

  1. Alguns deles assisti e são mesmo bons.Vale até rever! Parabéns pelo nosso dia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Betty,
    Adorei a seleção, tem três que ainda não vi: Livre, Estrelas além do tempo e As sufragistas.
    Os meus preferidos são Erin Brockovich e Nise
    Pensando na biografia das mulheres retratadas nestes filmes todos, vejo quanta luta...Muitas vezes apenas para poder existir e ser aceita.
    Seguimos em frente...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um absurdo ver que durante séculos metade da humanidade foi relegada a uma condição secundária. Estamos mudando o mundo e para melhor, inclusive um mundo melhor para os homens também.

      Excluir
  3. Ahn eu amei o filme A Outra e O Diabo Veste Prada. Quero muito assistir As Sufragistas.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As Sufragistas é um bom filme, mas nâo é o melhor filme biográfico feminino. Deve ser visto por contar uma parte da história das mulheres no mundo.

      Excluir
  4. Betty, sua seleção está ótima. Eu assisti a todos e são muito bons. Sou apaixonada por Sob o sol da Toscana. Tenho o filme e fotos de cenas guardados até hoje.
    Beijos
    Denise
    50+ Moda & Beleza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb sou apaixonada por este filme. Você já viu foto da autora?

      Excluir
    2. Oi, Betty
      Não lembrava dela, mas dei um Google e lembrei. Inclusive, vi uma matéria com as fotos reais de Bramasole que eu publiquei no Papo Calcinha. Agora, uma informação (que talvez vc até saiba porque é velha). A autora de Comer, Rezar e Amar, depois de passar pela busca interior e, enfim, encontrar um novo amor naquele lugar deslumbrante como a Indonésia e se casar com ele (um brasileiro, diga-se de passagem), ela se separou e se casou com a melhor amiga. Que virada, hein?
      Beijos

      Excluir
    3. então vou contar mais uma... a esposa dela faleceu há pouco tempo e ela colocou uma mensagem mega emocionante on line. que virada mesmo!

      Excluir
    4. Sabia que ela estava doente, mas não que havia falecido. Que pena! Vou procurar a mensagem. Bjs

      Excluir
  5. Oi Betty! Já assisti quase todos, mas vou colocar alguns na lista pra mais tarde :)
    Feliz dia internacional da Mulher!

    Beijos, Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos são muito bons,pra não dizer "indispensáveis".

      Excluir
  6. Oi Betty... só o Nise eu não vi ainda, o restante já assisti e são ótimos mesmos.
    Estrelas além do Tempo é maravilhoso e minha filha assistiu comigo!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb não tinha assistido Nise, mas assisti e fiquei surpresa com a qualidade do filme. Vale a pena ver.

      Excluir
  7. Betty, adorei a lista. Pretendo ver os que não assisti ainda, obrigada pela indicação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Algusn eu assisti, como Estrelas além do tempo, e adorei. Quero ver Nise que vc recomendou.
    www.verdeveggie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Bela seleção, mas o mais marcante para mim foi "A Noviça Rebelde" pelo impacto que causou em minha infância. Assisto este filme sempre que posso e sei de cor os diálogos. Sou tão fã que fiz o "tour"em Salzburgo por todas as locações do filme, inclusive a casa na beira do lago. Tenho uma pasta no Pinnterest com carinho com muitas imagens deste grande clássico.
    Beijos!
    www.janeisatomas.com.br

    ResponderExcluir



SUBIR