Como identificar pessoas tóxicas e lidar com elas

1 de agosto de 2018 13 comentários

Como identificar pessoas tóxicas e lidar com elas


Demorei muito tempo para perceber que pessoas tóxicas não mudam e que elas não querem o seu bem, apenas sugam a sua alma e culpam você por tudo que acontece com elas.

Como identificar uma pessoa tóxica:


1. Ela distorce o que você diz.
2. Seu sucesso e a sua felicidade a incomodam.
3. Ela culpa você por qualquer coisa, como se você tivesse a varinha de condão de transformar a vida dela para melhor ou para pior.
4. Ela não gosta da sua presença (não se iluda).
5. Ela compara você com outras pessoas que você conhece, sempre diminuindo a pessoa que você é.
6. Embora ela não fale claramente, ela tem inveja de você.
7. Ela não respeita seu espaço.
8. Ela não respeita sua opinião.
9. Ela sequer admite que você dê uma opinião que seja diferente da dela (bem comum em caso de discussões políticas).
10. Ela fala mal de você pelas suas costas.
11. Tudo que você fizer por ela será visto apenas como obrigação.
12. Ela não é grata pelo que você faz, dá ou diz.
13. Deixa claro que você é desimportante para ela.
14. Ela tem ciúme de seus amigos e do seu companheiro.
15. Ela não responde aos seus telefonemas, e-mails e qualquer tipo de mensagem, por nunca ter tempo para você.
16. Só você tenta se aproximar dela e ela reclama que você não lhe dá atenção.
17. Você tem medo de magoá-la com a sua simples presença.
18. Ela se autoelogia deixando claro que você é inferior a ela.
19. Ela coloca defeitos em você que mais ninguém além dela vê.
20. Ela se faz de vítima de tudo e de todos (cuidado, a vítima pode ser você!)

Se você conhece ou convive com uma pessoa tóxica vai ver esta pessoa em pelo menos um destes itens, se enxergar em mais de um, você só tem uma coisa a fazer: corra, Lola, corra!

Muitas vezes você não tem como evitar uma pessoa tóxica, como no caso de trabalhar com uma. Já me aconteceu, e discretamente pedi para ser transferida de setor. O problema é que todo mundo que trabalhava com ela era vítima de sua toxidade, e todo mundo queria sair do setor onde ela trabalhava. Tive que aguentar por meses a fio a sua toxicidade, até que ela teve uma crise nervosa e foi internada, para o alívio geral. Coitadinha, ela era doente, mas antes de ter que ser contida em uma camisa de força, deixou todos os seus colegas de trabalho com a autoestima no chão.

Pessoas tóxicas destroem a sua autoestima, este é o hobby favorito delas.

Elas acontecem nas melhores famílias. Não adianta dar amor, tentar compreender, se sentir culpada pela solidão que a pessoa tóxica está mergulhada. Tenha em mente que pessoas assim não precisam da sua compreensão e nem do seu amor, elas precisam da sua alma, para sugar até ver você jogada no chão. São vampiros emocionais que tomam aquilo que você tem de melhor e não dão nada em troca.

Não importa que esta pessoa tóxica seja sua mãe, seu irmão, seu pai, seu filho, seu marido ou seu colega de trabalho: corra, Lola, corra!

Você acha que Suzane Von Richthofen não tinha tudo de bom que um ser humano pode querer? Mas faltava uma coisa para ela: LIMITE. Pessoas tóxicas, não têm limites e você não vai conseguir mudar isso.

Pare de se iludir! Você não tem culpa, você nunca vai ter o controle da situação se você está do lado de uma pessoa tóxica, então reze, faça terapia, converse, mas tenha em mente que quando uma pessoa não tem LIMITE, quem tem que ter limite é você.

Pare de tentar compreender quem não compreende você, de amar quem não ama você, de se doar para quem não quer o que você tem para dar e siga o seu caminho, pois existe um caminho longe das pessoas tóxicas, e ele é um caminho do bem que você finalmente poderá trilhar.

É duro abrir mão de uma pessoa tóxica, principalmente se você aprendeu a amá-la, mas também é LIBERTADOR.

O que me inspirou a escrever este post foi o Livro Pare de Pisar em Ovos, que estou lendo e recomendo muito.



P.S.: Corra, Lola, corra é um filme de 1998, bastante inovador. Lola namora o mensageiro de um gangster e ela tem 20 minutos para levar uma quantia de dinheiro para o outro lado da cidade ou seu namorado morre. O filme é intenso pela disparada de Lola, que corre desenfreadamente. Usei o título do filme como brincadeira, mas acredite, para se livrar de uma pessoa tóxica, só correndo muito.

A imagem também é do filme.


Este post tem fundo musical: Erva Venenosa - Rita Lee






Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

13 comentários :

  1. Falando sinceramente: não tenho mais SACO pra aguentar coisas assim... Dou desculpas e fuuuuuuuuuuuuuujo delas!Há verdadeiras vampiras de nossa energia... Aff... bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que nem dá para dar uma desculpa, só correndo longe mesmo. rsrsrs

      Excluir
  2. Betty, na escola onde trabalho, tem um professor que é desse jeitinho. Sabe aquela pessoa que um mundo inteiro está errado e só ele está certo? O pior é quando ele se autoelogia...afff! Ninguém merece!
    O tipo de pessoa que quando chega, deixa qualquer ambiente pesado.
    Infelizmente, temos que conviver com pessoas assim.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este tipo de gente, normalmente se autoelogia, acho que como ninguém vai elogiar alguém com um comportamento desse, então estas pessoas se tornam autossuficientes nos elogios. rsrsrs

      Excluir
  3. Olá Betty, infelizmente o mundo está cheio de pessoas tóxicas e vira e mexe temos MESMO que conviver com elas. Com o tempo (e a idade) vamos aprendendo a ou descartar essas pessoas de todo (se possível) ou a "aguentá-las" mas sem nos ferirmos. Achei muito importante a frase que vc cita: tenha em mente que quando uma pessoa não tem LIMITE, quem tem que ter limite é você. É bem isso aí, nós que devemos nos policiar para nos afastarmos de vez ou mantermos uma distancia emocional! Beijos, bom resto de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Val,
      Demorei para aprender isto, e aprendi na pancada, pois fico arrumando desculpas para o mau comportamento das pessoas, uma hora é pq é traumatizada, outra pq está estressada, outra pq está numa fase ruim, mas a verdade é que este tipo de gente traumatiza a gente, estressa e nos faz entrar numa fase ruim. Foi duro aprender a limitar as pessoas, mas acho que aprendi.
      Beijos

      Excluir
  4. Eita, que tem pessoas tóxicas demais por ai... ainda bem que não convivo muito com elas haha Mas que elas estão por ai, isso sim!!
    òtimo post!!
    Beijos / Besos
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tive cada sanguessuga emocinal grudado na minha jugular, que tem horas que eu acho que nasci pra isto!

      Excluir
  5. Betty, tenho uma erva venenosa dessas na família, muito próximo de mim...dureza!
    Faço como o leão da montanha do desenho animado da infância...saída pela direita! Rsrsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Betty... eu conheço algumas pessoas assim, mas sempre procuro ficar longe, nada de contato mais prolongado, eu tenho umas anteninhas para localizar esses tipos... Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Betty! O mundo está doente.Cada dia eu me deparo com este tipo de gente,mas te confesso q sou expert em detecta-la e colocá-la no seu lugar. Acho que ninguém consegue baixar minha alta estima. Cheguei à um estágio de vida espiritual que estas coisas,estas pessoas n me atinge. Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Betty, olá!

    Minha irmã mais velha. Você descreveu minha irma mais velha em relação a mim.
    Triste, mas verdadeiro.
    As coisas que ela me faz, me diz e me escreve, nem mais me magoam, me deixam perplexa do quanto eu a incomodo por ter a vida que tenho.
    Elas te odeiam porque você existe e você existe porque elas te odeiam. Fato!

    beijocas saudosas, Betty,

    E o mais estarrecedor: não tem jeito algum de você tentar fazer pessoa tóxica melhorar ou te enxergar de outra maneira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      Que saudade de vc!!! Eu escrevi este texto bvaseado no livro "Pare De Pisar Em Ovos", e o livro deixa claro que quem convive com gente tóxica deve colocar um limite. Eu estou tento um problema assim e errei muito, pois sempre contornei para evitar criar atrito, até que joguei a toalha, pois se a pessoa não tem limite, eu tenho que ter. Não sei no que isto vai dar, se a pessoa vai melhorar, eu espero que melhore.
      Procure por este livro que voc~e vai ver as coisas de outra maneira e aprende a se preservar de pessoas assim.
      Beijos

      Excluir



SUBIR