20 de fevereiro de 2019

Como contar para sua amiga que o namorado ou marido é gay

Lulu Santos e Clebson Teixeira

Sua amiga está apaixonada pelo namorado ou marido, mas você sabe, com certeza, que ele é gay, o que fazer? Conta ou não conta? A situação é a maior saia justa, mas ela acontece muito mais do que você imagina.


Embora a gente acredite que os gays estejam plenamente inseridos na sociedade e que é uma imensa bobagem discriminá-los, muitos deles ainda têm medo de assumir a homossexualidade e por questões familiares ou profissionais, acabam namorando e casando com mulheres. A verdade é que a maioria dessas mulheres que se casam com gays, não sabem desta condição de seu companheiro. Quer exemplo? Elton John foi casado com uma mulher, antes de se casar com David Furnish. Lulu Santos foi casado com Scarlet Moon por 28 anos.

Você deve ou não contar para sua amiga que ele é gay?


Você tem mesmo certeza que ele é homossexual?


Não vale o cara apenas dar pinta, ter talento, pois muitos caras tem o maior jeito de gay e são héteros, e muitos são gays e você juraria que são machos alfas.

Se falaram que o namorado ou marido de sua amiga é gay, pode ser que seja ou não, então deixe de lado fofoca e vá viver sua vida.

Agora imagine que você veja o namorado ou marido de sua amiga beijando romanticamente um outro cara. Não vale beijinho na bochecha, pois isto é comum entre amigos, tem que ser beijão mesmo! Então neste caso você sabe que ele é gay. Ninguém contou nada, não foi uma dedução baseada em suposições, você viu e tem certeza que é gay.

Existe diferença entre namorado gay e marido gay


Namorado gay é algo que pode acontecer na vida de qualquer uma, e normalmente é um relacionamento passageiro, uma experiência temporária. Então se você tem certeza que o namorado de sua amiga é gay, fale para ela, mas fale com jeito, para não magoá-la, nem deixá-la constrangida.

Você pode falar sem ser de forma brusca, falar levantando a hipótese dele ser gay. Perguntar se ela não notou nada diferente nele. O tal do “jogar verde para colher maduro”. Ainda que ela não tenha notado nada de errado, depois de suas insinuações ela vai começar a reparar nas atitudes dele.


Elton John e David Furnish


Noivo gay ou namorido gay é diferente de namorado gay. Vamos dizer que sua amiga namora há um tempão e já está morando junto com o namorado ou está noiva e com casamento marcado, e você descobre que o fulano é gay.

Os laços de compromisso e afeto neste caso são mais fortes, então o cuidado deve ser maior para falar, mas lembre-se, ela ainda não está casada e ainda dá tempo de cair fora sem maiores consequências, como filhos, por exemplo.

Se você se sentir insegura de falar para ela, talvez seja o caso de falar, com jeito, com ele. Fale que você sabe que ele é gay, mas não sabe se sua amiga tem esse conhecimento e se ela aceita essa situação. Acredite, já soube de um caso em que a garota era apaixonadíssima por um escritor que era sabidamente gay e, ao ser questionada pela família, ela disse que sabia e que se casaria com ele de qualquer maneira. Casaram-se e tiveram 4 filhos, só se separaram porque ele faleceu de repente. O que acabou com o casamento foi a morte e não a homossexualidade.

Falar com ele, caso a namorada não saiba, pode dar a ele uma oportunidade dele sair do armário, pois já vi muitos gays que acreditam que estão enganando todo mundo se fingindo de héteros, e que quando são confrontados assumem a homossexualidade, tendo um alívio imenso com isso.


Agora vamos para o mais grave: você falou com ele e ele negou. Você deve ou não falar com ela? Se é para livrá-la de um enrosco futuro, é melhor falar, mas talvez seja melhor falar sem se expor ao ponto de perder a amizade.

Embora não seja a maneira mais digna de proceder, eu mandaria uma mensagem anônima, relatando a desconfiança sobre a homossexualidade do noivo ou namorido. Mesmo que sua amiga não acredite, vai começar a reparar nas atitudes do seu companheiro.

E se você descobrir que o marido de sua amiga é gay? Conta ou não conta?


Isso já aconteceu comigo e eu não contei. Essa minha amiga já tinha três filhos com o marido e todo mundo dizia que ele era gay. Ele levava pinta, mas nunca soube de nada concreto dele. Muita gente sabia o nome do namorado dele e esse namorado estava sempre na casa do casal, mas podia ser fofoca.

Ela acabou sabendo da maneira mais chocante possível, pois ele foi encontrado por policiais que estavam fazendo a ronda, nu, usando meias e um relógio, num lugar quase deserto. Ele dizia que tinha sido assaltado, mas os policiais viram que ele tinha um relógio caro no braço que não tinha sido roubado. Deram uma volta e descobriram o carro dele algumas quadras à frente de onde ele tinha sido encontrado, com as roupas dobradas no banco de trás e a sua carteira com dinheiro e documentos. A notícia saiu no jornal no dia seguinte como sendo uma briga de namorados gays, e embora não citasse o nome da suposta vítima, todo mundo que se relacionava com o casal sabia que era ele. Estou contando essa história porque sei que a pessoa ou pessoas envolvidas não vão ler este post, nunca leram o blog e não seria hoje que iriam começar.

Que saber o que aconteceu com esse casal? Estão juntos até hoje! Os filhos e as relações familiares foram mais fortes do que o incidente.

Ainda bem que eu não contei, pois acredito que o casamento sobreviveu porque na verdade ela sabia que ele era gay, muito antes do ocorrido, e sempre tinha aceitado o fato.

💙💙💙

Eu resolvi escrever este post por causa da série Grace e Frankie, da qual andei falando aqui. Em um episódio, Robert e Sol, convidam um casal pensando ser um casal gay, mas o rapaz apresenta uma mulher como sendo sua noiva. Visivelmente o rapaz é gay, daí surge o dilema de contar ou não contar. Sol acha que não deve se meter, já Robert acha que deve contar, pois ele foi casado por 40 anos com Grace sem assumir que era gay, foi infeliz e fez a esposa infeliz também.

Seja como for, diante de um dilema deste, coloque seu coração acima de tudo e só ele pode mostrar o caminho certo a seguir, mas faça tudo com muita ponderação e amor.


Foto de Lulu Santos e Clebson via Gay1
Foto de Elton John e David Furnish via Female First

8 comentários:

  1. Excelente abordagem ,num mundo homofóbico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda vivemos num mundo homofóbico, por mais que neguemos esta realidade.
      Beijos

      Excluir
  2. Bom dia Betty!
    Complicado! Até gostaria de saber, mas não teria coragem de contar!rsrs
    Estou ficando curiosa para assistir esta série.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é muito engraçada e leva quase tudo para o lado do humor. Vale à pena ver.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi Betty... eu não sei se contaria, é um assunto tão delicado.
    Mas já tive um amigo que fazia teatro comigo que é gay e tinha uma namorada, eu disse a ele pra se assumir e não ficar enganando a moça, ele ficou sem conversar comigo por um tempo, mas depois se assumiu... hoje mora com um namorado!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Olha Betty, eu até não contei para uma amiga que ela estava sendo traída porque eu não tinha certeza, mas desconfiava. O tal namorado não era gay, mas ele pulava cerca. Tempos depois ela descobriu e foi um babado.
    big beijos

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma situação assim bem próxima de mim , mas nunca vi nada, porém já ouvi vários comentários sobre o questionamento da homosexualidade. Nunca questionei e não vou questionar. O casal em questão vive há quase 40 anos juntos e tem 3 filhos e netos e a família é super unida e feliz. Como desestabilizar isso por uma suposta sexualidade que não me interessa? Cada um na sua.
    Beijos
    www.janeisatomas.com.br

    ResponderExcluir
  6. É um assunto tão delicado Betty. Eu n contaria. Cada um deve viver sua história. Toda mulher tem sua intuição. Beijinhos

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN