5 de abril de 2019

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Me apaixonei de imediato pela série Coisa Mais Linda pelo fato de se passar em 1959 e ter foco na bossa nova, bem como na situação feminina na época, mas devo confessar que a série me decepcionou pela superficialidade. Daria para explorar muito mais todos os assuntos em que tocou, resolveu passar por cima e deixar tudo com a profundidade de um pires, mas ainda assim vale a pena ver.

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Resenha


Coisa Mais Linda conta a história de quatro mulheres diferentes que têm a vida entrelaçada: Maria Luiza – Malu (Maria Casadevall), Adélia (Patrícia Dejesus), Lígia (Fernanda Vasconcellos) e Thereza (Mel Lisboa).

Maria Luiza é paulista e se desloca para o Rio de Janeiro para abrir uma restaurante com o marido. Quando chega na cidade se descobre abandonada pelo marido e roubada pelo mesmo.

Adélia é negra e analfabeta. Ela é a primeira pessoa a socorrer Maria Luiza (Malu) em seu pior momento de desespero. Elas se tornam amigas e sócias numa casa noturna chamada Coisa Mais Linda.

Ligia é amiga de Maria Luiza e é casada com um marido abusivo. Ligia tem pretensões de se tornar cantora.


Thereza é jornalista e luta para ter um lugar ao sol na revista onde trabalha, pois o ambiente é todo masculino e um bocado hostil.

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Porque assistir


A série mostra o nascimento da bossa nova e também como as mulheres eram discriminadas naquela época.
Acho que a série poderia ter ido mais fundo nos problemas próprios da época, pois passa por cima, apenas dá uma ideia do que acontecia naqueles anos dourados da música brasileira.

Para ter uma noção básica, para não dizer superficial da época, a série é válida, mas é uma série bonita. Assista mais pela beleza do que pelo conteúdo histórico.

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Preste atenção


Li o livro Chega de Saudade, do Ruy Guerra, e ele fala do Beco das Garrafas e de onde nasceu e cresceu a bossa nova. Ao pesquisar para escrever este post, encontrei várias fotos dos anos 60 com referência ao Beco da Garrafas e ao que se passava na época, e tudo é muito parecido com a reconstituição de época feita pela série.

A reconstituição de época da série é perfeita! Saboreie cada detalhe.

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar

Moda e Figurino


O figurino da série é maravilhoso, e os modelos de vestidos rodados, estruturados, os cabelos armados, está sensacional.

Cada aparição das personagens femininas é uma lição de moda dos anos 60.

Coisa Mais Linda – série brasileira retrô para se apaixonar


Eu recomendo muito a série e a primeira temporada tem 7 episódios, espero que tenha continuidade e que na continuidade os roteiristas não tenham medo de se aprofundarem mais nos problemas reais daquela época.



2 comentários:

  1. essa serie é msm maravilhosa! o visual, looks retros sao incríveis e a historia de mulheres superando suas dificuldades, se empoderando é inspiradora!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty... não assisti ainda, estou com algumas séries e filmes na fila, rsrsrs
    Mas vou conferir sim!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN