31 de maio de 2019

Revendo e refletindo sobre As Bruxas de Eastwick

As Bruxas de Eastwick - Poster

Na semana que passou foi aniversário da Cher e, para comemorar a data, postei no instagram citando os três filmes dela que eu mais gosto, entre eles estava As Bruxas de Eastwick. Lá eu descobri que não sou eu apenas que gosto da Cher e do filme As Bruxas de Eastwick, mas uma seguidora reclamou dizendo que gostaria de rever, só que não estava encontrando o filme on line. Fui atrás e encontrei o filme no Youtube; a cópia é boa, mas é paga. É baratinha, por menos de R$ 8,00 você pode assistir ao filme legendado e está com imagem de ótima definição.

As Bruxas de Eastwick - Cenas

Resenha


Eu uma cidadezinha com menos de 8.000 habitantes, chamada Eastwick, três amigas que não são casadas, se encontram uma vez por semana na casa de uma delas para rir, beber e jogar cartas.
Alexandra (Alex) Medford (Cher) é uma escultora viúva que tem uma filha já grande. Jane Spofford (Susan Sarandon) é uma celista que dá aulas de música para crianças na escola local. Seu marido pediu o divórcio por ela não poder ter filhos. Sukie Ridgemont (Michelle Pfeiffer) é jornalista e trabalha no jornal local. Ela é mãe de seis crianças e o seu marido a abandonou devido a sua fertilidade excessiva.

Num destes encontros, as três mulheres expressam o desejo de ter um companheiro e descrevem como gostariam que este homem fosse. Ao desejar ao mesmo tempo, o universo conspira contra (ou seria a favor delas?) e traz para Eastwick um milionário, Daryl Van Horne (Jack Nicholson) que vai se envolver com as três ao mesmo tempo.

O filme é baseado no livro de mesmo nome de Jonh Updike, mas é uma interpretação livre da obra do escritor. Eu li o livro e assisti ao filme. Pela primeira vez posso dizer que gostei mais do filme do que do livro, e o filme tem no livro apenas o ponto de partida, mas logo se desvencilha da história original e se desenvolve de modo bem mais interessante.


O filme é classificado como terrir, ou seja uma comédia de terror.

As Bruxas de Eastwick - Cenas

Porque assistir


De certa forma o filme tem um forte viés feminista, pois mostra que juntas as mulheres podem tudo. É o típico caso de “a união faz a força”.

Jack Nicholson está fantástico no papel e o Daryl Van Horne representado por ele é um machista de carteirinha, mas como Daryl Van Horne é o diabo, não se pode esperar que ele seja diferente.


As três atrizes estão perfeitas nos papeis e estão lindas!!! No livro as bruxas não são nada lindas, são donas de casa americanas típicas, sem nenhuma beleza, mas o filme nos dá de presente três musas.

As Bruxas de Eastwick - Cenas

Preste atenção


Vou colocar, em lugar do trailer no final do post, uma das cenas com a Felícia (Veronica Cartwright), uma moradora local que é esposa do dono do jornal onde Sukie (Michelle Pfeiffer) trabalha. Ela é uma guardiã da moral e bons costumes da cidadezinha e implica com Daryl Van Horne e suas três esposas. Esta implicância resulta em uma perseguição surreal feita por Daryl através de suas bruxas.


No final do filme, Dary Van Horne faz um discurso sobre ser casado e sobre as mulheres, discurso esse bem machista e ácido, no meio de um culto em uma igreja. Jack Nicholson mostra porque é considerado um dos melhores atores do mundo nessa cena e sustenta um monólogo emocionante e tenso que só uma ator da grandeza dele poderia sustentar.

As Bruxas de Eastwick - Cenas

Moda e Figurino


O filme é de 1987, mas tem um figurino muito interessante e as roupas usadas por Alex (Cher) poderiam ser usadas hoje sem nenhum receio, pois ela usa muitos vestidos e saias midis.


Os cabelos são os dos anos 80, ou seja, o modelo samambaia, muito usado na época, e só mesmo três musas como Michelle, Cher e Susan conseguem sustentar uma cabeleira daquelas e ainda continuarem musas.

As Bruxas de Eastwick


O filme é ótimo e obriga você a se questionar sobre a condição da mulher em qualquer sociedade, e os questionamentos feitos naquela época ainda são os mesmos de hoje.

Mesmo com a moda típica dos anos 80, muito visível no figurino da Jane (Susan Sarandon) o filme não envelheceu e dá para assistir e se sentir envolvida pela trama.

Para encontrar o filme no Youtube é só pesquisar pelo nome, mas fuja das cópias gratuitas que estão por lá, pois são péssimas.


Cena da vingança contra Felícia





4 comentários:

  1. ah eu ja assisti muito e amava esse filme cheio de ícones, divas dos anos 80

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty... quando assisti achei bem engraçado, as "meninas" estão lindas, eu amo a moda dos anos 80, rsrsrs
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Quando assisti este flime anos passados,já nem me lembro quantos resolvi pesquisar sobre bruxarias.Achei uma escola em Los Angeles.Tudo preparado para ir fazer no meu ano sabático ,mas o destino impediu.Assisto sempre ,não pelo filme ,mas por outros motivos .Enfim amo bruxarias e suas poções.
    Abraço querida
    marina-seischi.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN