O que comprar nas liquidações de janeiro - Gosto Disto!

9 de janeiro de 2019

O que comprar nas liquidações de janeiro





As lojas já estão anunciando as liquidações de janeiro, mas nem tudo vale a pena comprar em liquidação, pois as quedas de preços não se dão em todas as mercadorias, mas sim naquelas que tem “prazo” de validade limitado, como é o caso das roupas, acessórios, celulares ou tablets, pois em janeiro os comerciantes precisam se livrar das mercadorias que não conseguiram vender no Natal, para dar lugar aos novos lançamentos.
As coleções de outono de roupas e acessórios vão estar nas lojas em fevereiro, então é preciso liquidar as peças de verão para dar lugar à nova mercadoria.

15 dicas preciosas para comprar bem nas liquidações de janeiro


1. Deixe para comprar depois do dia 15 de janeiro


No início de janeiro os comerciantes estão trocando presentes que as pessoas receberam de tamanho errado ou cor que não gostam, essas trocas sempre dão oportunidades para novas vendas, então, ainda que a loja esteja liquidando e oferecendo descontos que pareçam fantásticos, esteja certa que o preço vai cair ainda mais depois do meio do mês, pois nesta época as trocas já acabaram e vai ficando mais urgente a necessidade de espaço para as novas coleções.



2. Tenha ideia do preço anterior da peça em liquidação


Será que 50% de desconto não é exatamente a metade do dobro do preço? Muitos comerciantes aumento o preço para aplicar o desconto e você acaba pagando até mais caro do que antes da liquidação. Olhando a Arezzo hoje tive essa sensação, posso estar errada, pois não tenho o preço real de antes de começar a liquidação, mas tudo indica que o preço foi majorado para depois ser reduzido.
Se você não se lembra do preço de um determinado sapato, para saber se está ou não fazendo um bom negócio, verifique na internet o preço verdadeiro daquele sapato ou de um sapato semelhante para ver se realmente está com desconto e vale a pena comprar.

3. Pequenos defeitos podem compensar


Nas vendas de Natal muitas peças sofrem ao serem manuseadas e experimentadas, muitas ficam com as barras desfeitas, botões se perdem, outras são manchadas com batons, zíperes emperram e outras coisitas mais. Estas peças são peças com pequenos defeitos que vão cair muito de preço, pois não compensa para o comerciante mandar repará-las.
Verifique a peça e veja se dá para fazer a barra ou se o descosturado é na verdade um rasgo irreparável. Se dá para consertar, então pode ser um bom negócio comprar. Em caso de botões, talvez você tenha que trocar todos os botões de uma roupa se estiver faltando um, pois não vai encontrar um botão igual, mas ainda assim compensa.
Eu mesma comprei um vestido jeans, há 2 anos atrás, por R$ 20,00, pois ele estava na área das peças com pequenos defeitos. Até hoje não consegui encontrar onde está o defeito do vestido, mas ele não tinha conseguido passar pelo controle de qualidade da marca. Foi uma ótima compra.
Se você comprar uma peça com um pequeno defeito, peça para constar na nota qual é o defeito, como por exemplo o mal funcionamento de um zíper, pois ao chegar em casa você pode descobrir algum outro defeito que torne esta peça inviável para uso. Você não pode trocar uma peça com um pequeno defeito que você sabe qual é, mas pode trocar se um novo defeito que estava oculto na hora da compra surgir.

4. Verifique os preços no Google


Se você vai comprar on line, ou não, é bom verificar o preço no Google antes de fechar qualquer negócio. Há bem pouco tempo atrás eu usava muito o Busca Pé, mas o site não anda muito confiável, pois a cobertura que dá para as mercadorias é muito pequena, não sei se anda verificando apenas as lojas que pagam alguma taxa para aparecerem por lá, ou se o algoritmo da loja está com algum problema. No momento a melhor maneira de pesquisar preço é pelo Google.
Vamos dizer que você esteja procurando por uma determinada sandália, então coloque na busca do Google: “sandália de verniz preto preço”. Na primeira linha, dos Patrocinados, vão aparecer várias imagens, basta abrir e escolher do lado direito da tela “Classificar por preço – do menor para o maior”.

5. Verifique se tem cupons de desconto


Independente de comprar em liquidação ou não, se for comprar on line, verifique se o produto tem cupom de desconto. Geralmente na primeira compra, muitas lojas tem cupom de 10% de desconto, outras têm descontos para determinados produtos, sendo que muitos deles podem chegar até a 30% de desconto.

Como verificar se uma loja tem cupom de desconto?


Vamos dizer que você está comprando na Zattini, Dafiti, Amaro ou qualquer uma destas lojas que vendem on line. Você escolheu uma blusa e está concluindo a compra, daí você vai ver no final do valor que vai pagar um campo escrito: “Possui cupom de desconto ou vale-presente?”. Ali tem uma janelinha para você colocar o código do cupom de desconto.
Pare, abra a página inicial do Google em uma nova janela e pesquise: "Cupom de desconto da loja Tal". Você vai ver que existem várias empresas que trabalham com cupons de desconto para lojas conhecidas e provavelmente a loja Tal tenha algum cupom ativo (nem todos estão ativos, pois eles perdem a validade com o passar do tempo). Abra pelo menos os 5 primeiros e verifique se eles estão ativos para a sua compra, se existir algum cupom de desconto ativo, copie o código, cole (Ctrl C + Ctrl V) na janelinha de cupom de desconto do fechamento da compra e você verá que o preço vai cair.

6. Verifique o preço do frete


Esta dica é importante para quando está comprando on line. Vamos dizer que você se apaixonou por um scarpin vermelho da Vizzano da loja X, que custa R$ 99,90 e este mesmo scarpin, da mesma marca, na loja Y, custa R$ 119,90.  O scarpin da loja X é mais barato, não é? Nem sempre, pois digamos que o preço do frete na loja X seja de R$ 35,00 e na loja Y o produto seja isento de frete. Viu como o scarpin na loja Y ficou mais barato?
Eu sempre verifico o frete, pois o frete pode encarecer muito um produto que parece ser barato.

Para pagar mais barato on line cruze 3 dados:


a) Preço do produto
b) Preço do frete
c) Cupom de desconto

7. Cuidado com lojas desconhecidas e até mesmo com as famosas


Algumas lojas oferecem descontos fantásticos, principalmente em épocas festivas ou em liquidações, mas nem todas as lojas são confiáveis.
As lojas maiores, com nome consolidado, tendem a serem mais confiáveis, mas confie desconfiando.
O Reclame Aqui pode ajudar um bocado para saber se uma empresa é confiável ou não, pois lá você pode ver as reclamações contra e como a tal empresa solucionou o problema.
Mas a cobertura do Reclame Aqui não é total, o melhor mesmo é pesquisar no Google: “A empresa X é confiável”. Vão aparecer várias avaliações sobre a tal empresa, feitas por outros sites além do Reclame Aqui e também avalições feitas por blogueiros e youtubers que podem ajudar bastante.
Há 2 anos atrás eu tive um problema monstro com a Shoptime e fiz um post mostrando como não cair em arapucas em compras on line. Antes de comprar, siga aquelas dicas para se dar bem.

8. Não compre só porque está barato – verifique o custo benefício


Eu sou mestra em cair nesse tipo de tentação! Ando melhorando um bocado, mas confesso que ainda compro por impulso devido ao preço. Já comprei até sapato verde metalizado, que não combinava com nada, só porque era lindo e estava pela metade do preço. Não usei nem uma vez, pois não tinha nenhuma roupa que combinasse com aquele bendito sapato!
Você viu algo apaixonante em uma liquidação? Pare, não compre de imediato, dê uma volta no Shopping, vá tomar um cafezinho, esfrie a cabeça e depois, se ainda estiver pensando na sua paixão, volte na loja. Experimente a peça. Serviu? (já comprei coisa que não me servia só porque gostei e estava barato). Agora pare para pensar no que você tem no guarda-roupa... Aquela peça vai combinar como que você já tem? Se não vai, deixe na loja, você não precisa dela.
Não importa o preço, a roupa mais cara é aquela que você compra e não usa. Muitas vezes uma roupa cara, que vá ser muito usada, pode ficar mais barata do que aquela “brusinha” da liquidação que nunca vai sair do armário. Custo-benefício é tudo.
  

9. Tamanhos grandes e tamanho pequenos se dão bem em liquidações


Não tenho muita sorte em liquidações, pois calço 36 e sou tamanho M, ou seja, meu tamanho vende rápido e quase nunca chega a liquidar.
Tenho uma amiga que calça 35 e 35 é o tamanho de vitrine. No Território do Calçado em Jáu, existe uma época em que fazem liquidação de vitrine, ou seja, colocam abaixo do preço de custo os sapatos e sandálias de número 35, quando vai mudar a temporada, para que possam fazer novas vitrines. Ela se dá muito bem nessa época.
Se você calça 35 ou menos, ou acima de 40, vai encontrar sapatos por ótimos preços nas liquidações, pois tamanhos grandes ou pequenos são os que mais sobram no estoque. O mesmo se dá com as roupas, e quem usa PP ou GG, vai encontrar peças ótimas por preços muito bons.

10. Evite os básicos


Sempre vejo recomendações para comprar peças clássicas ou básicas em liquidações, mas a verdade é que nenhum comerciante é louco de colocar em liquidação aquelas peças que vendem sempre e nunca saem de moda.
Básicos, como camisetas pretas ou brancas, blazers com bom corte, scarpins de cores neutras, podem até parecer que estão com descontos, mas o desconto, se existir, é pequeno. Estas peças vendem muito, vendem sempre, não precisam do chamariz do desconto.
Não dá para fazer bons negócios em liquidações com básicos ou clássicos.

11. Cuidado com modinhas


Algumas tendências persistem por várias estações, como é o caso das calças jeans rasgadas, elas continuam em alta e você pode comprar sem medo de errar, mas outras tendências são tão datadas que duram no máximo 6 meses. Você se lembra dos sneakers, aqueles horrorosos tênis com salto? Pois é, quem comprou se arrependeu, em menos de 6 meses eles já eram considerados medonhos e quem caiu na besteira de comprar em liquidação por estar com ótimo preço, não teve oportunidade de usar; antes da temporada de liquidações acabar eles já estava pra lá de fora de moda.
Modinha que não vai resistir mais de uma estação é a do tênis flattform e do dad sneaker chunky, pois em todas as lojas, on line ou não, eles estão com descontos fantásticos, ou seja, descontos de comerciantes desesperados para se livrarem deles o quanto antes.


12. De olho na qualidade


Muitas lojas anuciam que estão liquidando mas na verdade as peças que vendem em liquidação não são as mesmas que são vendidas normalmente. Isto acontece muito no Território do Calçado em Jaú. Quando chega a temporada de liquidação, você é capaz de encontar um linda rasteirinha por R$ 15,00, só que a sola é feita de papelão! A mesma sandália, mas com qualidade superior, você encontraria na loja antes da liquidação, por R$ 40,00. Na liquidação colocam um material similar ao que é vendido normalmente, mas de baixa qualidade.
Já me deparei com este tipo de material de baixa qualidade, feito especialmente para liquidações em lojas de departamento também.
Cuidado, como diria minha avó: “nem tudo que reluz é ouro”.

13. Comportamento previsível de algumas lojas


Eu compro muito na Santa Lolla. Adoro a marca e como tenho o pé fininho, calço melhor Santa Lolla do que Arezzo ou qualquer outra marca.
Por ser fã da marca já aprendi o ritmo das liquidações da label. No início da liquidação, a maioria das peças que valem a pena comprar, vão estar com 20% ou 30% de desconto. Sapatos e bolsas com 50% de desconto são aqueles que dificilmente vão ser usados mais de uma estação, portanto não caia no canto da sereia.
Seja paciente... Quando estiver terminando o mês de janeiro, aquelas peças que estavam com desconto de 20%, vão cair para R$ 99,90. É sempre assim, pois as peças mais caras não vendem e as lojas da grife precisam abrir espaço o quanto antes. Já faz 3 anos que cai para R$ 99,90 e aposto que este ano, no final de janeiro vai ser a mesma coisa.
A Arezzo também se comporta da mesma maneira, mas não tem um preço fixo como a Santa Lolla, mas as bolsas caem muito no final de janeiro.

14. A loja com a melhor liquidação


Se você me perguntar qual é a loja com a melhor liquidação, é vou dizer sem medo que é a Hering. A liquidação da Hering não tem preços baixíssimos, mas os preços caem bastante e ficam muito convidativos. As lojas da Hering colocam peças de moda e outras que quase beiram o clássico em liquidação.
Ali você pode comprar sem medo de errar e comprar algo que vá desmanchar na primeira lavada ou vá gritar que está fora de moda depois de uma mês de uso.

 

15. Vestidos e roupas de réveillon que não tenham referência a data


Muitas lojas ficaram com um estoque imenso de roupas de réveillon encalhadas.
Na Renner existem camisetas masculinas lindas para a virada do ano por R$ 19,90 na liquidação, mas são camisetas com referência à data que não dá para serem usadas no dia a dia.
Mas também ficaram muitas roupas brancas nas araras por não terem sido vendidas no final de ano. Além de branco estar na moda, se o tecido for de algodão, dá para tingir.
Calças brancas, blusas de renda branca, vestido brancos, dependendo do modelo dá para usar e usar muito.  De olho no branco que pode ser um bom negócio.

Boas compras!




Foto: Jacek Dylag via Unsplash

11 comentários:

  1. Oi Betty, adorei as dicas, pois compro muito pela internet. Obviamente já me dei mal, mas hoje sou mais atenta e dificilmente erro na compra. Gosto muito da Dafiti, pois nunca tive problemas com trocas, são atenciosos e rápidos para nos atender. Um ótimo ano pra você e sua família. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito da Dafiti, mas na maioria das roupas eles não colocam fora da modelo e daí não dá para ver o corte como realmente é. Não dá para ver se a roupá tem pence, por exemplo, pois a roupa no corpo da modelo mascara os detalhes. Tenho comprado mais em lojas que colocam a roupa na modelo, mas também colocam a peça fora do corpo.
      Beijos e ótimo 2019 para vc!

      Excluir
  2. essa época cheia de promo é uma das melhores épocas pra fazer umas comprinhas, mas sempre ficando bem atentas né, adorei suas dicas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Dicas muito boas, sempre espero essas epocas para comprar barato rsrs

    Beijos,
    Camila

    www.sejabelissima.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila,
      Tenho uma amiga que só anda com roupa e acessórios de griffe, mas só compra em liquidações. Acho que é o certo a fazer.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Betty,
    Ótimas dicas!
    Aproveito muito essa época de promoções, sempre garimpo algumas peças que valem a pena!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  5. Oi Betty, eu não consigo fugir dessas liquidações de janeiro, rsrsrs Na minha cidade tem algumas lojas que fazem ótimas promoções e sempre vejo algo na internet bem convidativo... as dicas são ótimas, especialmente a da Santa Lolla!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  6. Betty,
    Amei as suas dicas. Realmente comprar básicos em liqui não são uma boa pedida. E essa sua dica da data é mesmo maravilhosa, realmente no começo do ano o povo tudo trocando os presentes de Natal! E a Hering, adoro!!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  7. Olá Betty, suas dicas para as liquidações são ótimas. Acho que já cheguei num estágio da minha vida em que até em liquidação, sou comedida. Mas tenho muitas amigas que compram tudo, o que precisam e o que nem cai bem nelas. Só pelo preço. Como sou muito básica no que toca à moda, não tenho grandes tentações. Compro uma coisinha ou outra que sei que vou usar e abusar. Ate pensei em aproveitar esta época de saldos para comprar um vestido para o casamento de minha sobrinha que será dentro de alguns meses. Mas ando pensando nisso, e sei que se comprar um vestido, comprido, rodado ou com brilho, o mais certo é ele só vir a ser usado nessa ocasião nunca mais. Estou ponderando seriamente em mandar fazer algo bem personalizado e vai de encontro ao seu ponto 8: se eu nunca mais usar, sairá caro. Mas se eu mandar fazer algo com o qual me identifique para valer e seja uma roupa usável noutras ocasiões, um chique mas não TÃO chique e luxuoso, mesmo que tenha de gastar um pouco mais (por ser feito em modista, por encomenda) irá compensar! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Há que ter bastante atenção com os produtos que se compram em saldos para não sermos "enganados".
    Excelentes dicas.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN