O Assassinato de Gianni Versace – série - Gosto Disto!

20 de setembro de 2019

O Assassinato de Gianni Versace – série

O Assassinato de Gianni Versace – elenco


O título da série que está sendo exibida pela Netflix engana, pois embora até mostre o assassinato de Gianni Versace, a série diz mais sobre o seu assassino Andrew Cunanan do que sobre o estilista, mas ainda assim é uma ótima série e ganhou o Globo de Ouro.

Resenha



Andrew Cunanan (Darren Criss) encerrou a sua carreira de serial killer após assassinar Gianni Versace, em frente a sua Mansão em Miami Beach, mas a série mostra a sua ascensão, desde a sua infância, até o momento que se tornou um assassino, matando cinco homens, alguns que tinham forte ligação com ele, outros não. Até hoje não se sabe se Versace conhecia Andrew Cunanan ou foi apenas a vítima final, escolhido por ser famoso e por poder coroar de glória um assassino narcisista como Andrew Cunanan.

O Assassinato de Gianni Versace – personagens reais e atores
Gianni Versace representado por Édgar Ramírez, Donattela representada por Penelope Cruz, Antoni D'Amico representado por Ricky Martin

A série não tem uma narrativa linear dos fatos, e vai intercalando os assassinatos com infância de Andrew Cunanan, sua adolescência, até chegar no ponto em que ele se transforma em um assassino.

Porque assistir


A vida dos gays não era fácil nos anos 90. Se ainda hoje o preconceito existe, nos anos 90, a maioria dos gays famosos procuravam esconder a sua sexualidade e transitavam em guetos homossexuais.
Gays não casavam e tinham uma vida restrita às comunidades gays.

O Assassinato de Gianni Versace – personagens reais e atores
Andrew Cunanan por Darren Criss, Marilyn Miglin por Judith Light, Lee Miglin por Mike Farrell

Versace (Édgar Ramírez) não diferia muito dos gays dos anos 90, embora fosse milionário e estivesse em uma profissão que não discriminava a sua homossexualidade. Ele vivia com Antonio D’Amico (Ricky Martin) em Miami, mas seu companheiro não era bem aceito por Donatella Versace (Penélope Cruz), sua irmã e braço direito.

A série vale mais por expor a cultura e ambiente gay dos anos 90, do que por mostrar a vida e obra de Versace, que na verdade funciona mais como um pano de fundo para a vida e assassinatos de Andrew Cunanan.
  
O Assassinato de Gianni Versace – The Villa Casa Casuarina
The Villa Casa Casuarina

Preste atenção


O pouco que é mostrado da vida de Giannni Versace é bem interessante, pois a Mansão que ele morava quando ele foi assassinado é hoje um hotel de luxo em Miami, The Villa Casa Casuarina, e serviu de cenário para a série.
A casa é linda, com uma decoração um tanto over, como tudo de Versace é até hoje.

O Assassinato de Gianni Versace – figurino
Figurinos de Donatella Versace

Moda e figurinos


Embora a série tenha o nome de Versace tem muito pouco de suas roupas e sua obra, mas ainda assim vale notar o vestido de couro preto, criado por Versace para Dontella, que a tornou famosa. Esse vestido não é uma cópia perfeita do original, mas é muito parecido e tem uma forte referência de dominatrix. Ele foi usado no Met Gala de 1996.

Controvérsias


A série foi baseada no livro “Favores Vulgares”, da jornalista Maureen Orth, e a família de Versace diz que é pura ficção.
Existem várias controvérsias, como por exemplo o fato de, na série, Andrew Cunanan aparece tendo contato com Versace, anteriormente ao crime, mas este contato nunca foi comprovado.
Na série, Gianni Versace tem AIDS, mas não há comprovação. Segundo Donatella Versace, seu irmão tinha câncer no ouvido e a sua aparência fragilizada durante o tratamento foi por causa das sessões de quimio.
A série mostra que Versace viu o seu assassino antes de morrer, mas na verdade ele foi atingido na nuca e perdeu a consciência de imediato, não conseguindo ver quem foi.
A série mostra um assassinato sem testemunhas, mas o assassinato real teve como testemunha uma vizinha e ela prestou depoimento à polícia.

O Assassinato de Gianni Versace – personagens reais e atores
Finn Wittrock como Jeff Trail, Cody Fern como David Madson

 A pesar das controvérsias, do nome da série fazer referência a Gianni Versace, sendo que o seu assassinato é apenas um pano de fundo para mostrar a vida de Andrew Cunanan, a série é muito boa.
Andrew Cunanan era um mitômano que vivia fora da realidade, contando mentiras facilmente desmascaráveis. No desenrolar da série é impossível não sentir pena de um ser tão perdido no mundo e tão fadado ao insucesso quanto Andrew Cunanan.






2 comentários:

  1. Gostei muito desta série e ela retrata muito bem a vida de Gianni Versace apesar da contrariedade da família. Penelope Cruz está ótima como Donatella. E a série mais retrata a vida do assassino do que a propriamente a do Versace. Aliás, que cara psicopata , e como todo o psicopata sedutor, envolvente e com a inteligência acima da média.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty... assisti quando estreou e gostei muito, o ator Darren Criss está perfeito no papel do mentiroso contumaz e assassino Andrew Cunanan. Mereceu os prêmios que ganhou!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN