Elena Ferrante é a amiga genial de todo mundo que gosta de ler - Gosto Disto!

13 de novembro de 2019

Elena Ferrante é a amiga genial de todo mundo que gosta de ler

Elena Ferrante é a amiga genial de todo mundo que gosta de ler

Eu demorei para começar a ler a tetralogia da Elena Ferrante que começa com o livro Amiga Genial. A capa e o título me deram a impressão de que era daqueles livros para senhoras e senhoritas, tipo os livros da Julia Quinn. Nada contra a Julia Quinn, deve ser uma leitura bem divertida, já que todo mundo lê, mas passa longe de literatura. Elena Ferrante me enganou com aquele título e aquela capa! É literatura para atravessar os tempos como Anna Karenina, de Tolstoi ultrapassou, como Crime e Castigo de Dostoievki fez e tantos outros.

São quatro livros que contam a história de uma grande amizade entre Elena Greco e Raffaella Cerullo, ou seja, Lenu e Lila ou Lina, que são seus apelidos. A história é narrada por Lenu.



Elena Ferrante é a amiga genial de todo mundo que gosta de ler


1. A Amiga Genial – Infância e adolescência
2. História do novo sobrenome – Juventude
4. História da menina perdida – Maturidade e velhice

Lenu e Lila, são crianças nos anos 50, moram em Nápoles, na Itália, mas num bairro pobre de Nápoles, onde sonham em se tornarem alguém na vida e acreditam que possam ficar ricas escrevendo livros. Ambas são muito estudiosas e esforçadas, mas enquanto Lenu consegue estudar e seguir em frente, Lila deixa os estudos, é obrigada a trabalhar e se casa aos 16 anos com um amigo do bairro.
Embora a vida faça tudo para apartá-las, elas seguem amigas até a velhice e a amizade entre ambas tem altos e baixos, muito amor e desamor, brigas e reconciliações.
Os livros contam a história dessa amizade, mas como pano de fundo, muitas vezes assumindo o papel de protagonista principal, os livros mostram Nápoles, a Camorra (máfia Itália), a violência das ruas e os períodos políticos conturbados pelos quais a Itália passou, sendo que muitos deles lembram o Brasil com a corrupção sendo desmascarada pelo judiciário e os políticos sendo presos aos montes.
Os livros são históricos e ideológicos também, pois mostram o surgimento da pílula anticoncepcional, o feminismo, o machismo arraigado nos bairros pobres e disfarçado entre os intelectuais, mas ainda assim virulento e cruel.
São mais de 1400 páginas e no final elas começam parecer poucas, pois dá vontade de saber a continuidade, se é que ainda pode ter alguma.
O comportamento de Lina e Lenu, em conjunto ou separadamente, muitas vezes me deixaram emocionada, raivosa, irritada, eufórica, enfim são pessoas reais que conviveram comigo ao longo de todas aquelas páginas.
Eu não fiz parte da vida de Lenu e nem de Lila, mas elas fizeram parte da minha e ainda fazem, poder que só os grandes personagens da literatura tem.
Se você não leu, então leia. Se você acha que não vai aguentar ler quatro livros, então comece com A Amiga Genial, que tem apenas 193 páginas, pois no final dele você estará fisgada e vai querer ler os demais.


A título de curiosidade, Elena Ferrante é o pseudônimo da escritora, que ninguém sabe quem verdadeiramente é. Já se questionou que poderia ser um grupo de escritores trabalhando em conjunto para conseguir um obra tão boa, ou que ela seria Anita Raja, uma tradutora casada com o escritor italiano Domenico Startone.


A tetralogia virou série e vai ser lançada no Brasil, mas não deixe de ler, pois a força da escrita de Elena Ferrante merece ser saboreada e não apenas assistida.



4 comentários:

  1. Olá Betty
    Tão incrível quanto os livros está sua resenha.
    Com certeza a melhor que já vi sobre Elena Ferrante.
    Daquelas que dizem tudo o que gostaríamos de dizer, mas não soubemos colocar em palavras.
    Alguma coisa como: onde assino????
    Sim os livros poderiam perfeitamente atravessar o tempo.
    Sim passeamos pelos fatos históricos.
    Sim Nápoles é uma das protagonistas.
    Os sentimentos que desenvolvemos ao longo da narrativa são mesmo diversos porque em muitos momentos há identificação e
    aquela sensação de que os personagens são tão reais que poderíamos encontrá-las no dia a dia, Linu e Lila são pessoas com as quais poderíamos fazer amizade.
    E siiiiiim depois de terminada a leitura, é daquelas obras que permanecem conosco por muito tempo depois do fim.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esta tetralogia é leitura obrigatória pra quem ama ler. Li os quatro volumes em uma tacada só. Os dois primeiros junto com meu Clube do Livro e os dois últimos não havia ainda sido lançado no Brasil , eu os comprei em Lisboa e devorei. Só bem depois que minhas amigas o leram para o Clube. O final é impactante e a série com certeza deverá ser espetacular. Estes livros estão na minha lista "Top 10". Aliás Elena Ferrante é ótima, lemos também dela Dias de Abandono e Um Amor Incômodo. Ambos também muito bons. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Betty... minha vida anda tão corrida neste mês que a leitura foi deixada de lado, mas vou anotar para as férias, rsrsrs
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi querida
    Adoro esta autora e o fato de não sabermos quem realmente é, traz mais curiosidade ainda
    Desta tetralogia, só li o primeiro, mas li outros livros dela
    Também recomendo e AMEI seu post
    Bjs
    Claudia

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN