É tão sua amiga assim? - Gosto Disto!

4 de dezembro de 2019

É tão sua amiga assim?

falsiane

Você já teve a sensação de que você é amiga da pessoa, mas a pessoa não é tão sua amiga assim? Não estou falando da falsiane, embora a falsiane também se inclua neste tipo de amiga, estou falando daquele tipo de amizade que você acredita verdadeira e se você colocar na balança e começar a pesar as atitudes da sua amiga e as suas, vai ver que o seu lado da balança está repleto de atitudes cooperativas para com ela, cheio de presentes que você deu, cheio de confidências que você fez a ela, e um monte de atitudes que uma amizade nos leva a ter, enquanto o lado da balança dela ou está vazio, ou tem muito pouca coisa que ela tem feito por você.


A primeira vez que eu tive esta sensação que que as pessoas não eram tão minhas amigas assim foi aos 14 anos. Eu andava numa turminha em que todos tinham idades próximas e moravam perto. Todos os dias nos reuníamos e passou a existir uma verdadeira irmandade entre nós. Nessa turma existiam três irmãos que eu adorava, duas garotas e um garoto. Uma destas irmãs era a minha melhor amiga na época. Nós emprestávamos livros, revistas e discos um dos outros. Um dia um dos meus discos sumiu e todos se propuseram a procurar junto comigo, mas ninguém o encontrou. Eu assinava meus discos, livros e revistas como todos da turma, para que soubéssemos de quem era tal objeto na hora de devolver. Passaram umas duas semanas e eu vi meu disco entre os discos dos três irmãos. Fiquei aliviada por ter encontrado, e aí veio a surpresa, eles afirmavam que o disco não era meu. De repente entendi que meu disco tinha sido roubado e vários da turma sabiam do roubo e estavam escondendo de mim!
Pior do que perder o disco foi perder a confiança que eu tinha nos amigos, foi saber que eu era a melhor amiga de uma das ladras, mas ela me considerava nada ou muito pouco!
Esta foi só a primeira vez desta sensação ruim de estar me doando mais do que recebendo.
Aprendi da primeira vez? Não! Até hoje sou surpreendida por amizades cujo equilíbrio não existe.
Uma das últimas vezes foi quando percebi que uma pessoa que eu convivia há anos e que verdadeiramente amava (amo ainda), sempre teve inveja de mim e demonstrou isto num julgamento sem propósito e muito dolorido.
Eu me magoei muito, mas mais do que isto fiquei me perguntando como foi que eu não percebi. Os sinais eram tão evidentes!
Eu dava presentes para ela pelo menos três vezes no ano: Aniversário, Natal e Páscoa. Recebi algum? Nunca! A pessoa agradecia aos presentes? Não, e eu dava um desconto imenso, pois a nossos laços eram tão fortes e longos que ela não precisava se preocupar com certos detalhes, era o jeito dela e pronto.
Eu a conheci quando ela tinha cinco anos de idade e eu quinze, e a amizade com a família se entrelaçou de um tanto que tudo virou uma família só.
Saíamos juntas, ríamos juntas, até que a vida foi nos afastando, mas ainda assim nos encontrávamos e eu sentia como se nunca tivéssemos nos afastado, como se nos víssemos todos os dias, como sempre acontece nas grandes amizades, onde o tempo e a distância não interferem nem um pouco, mas este sentimento era meu e eu não tive a capacidade de entender que não era dela.

Olho para trás e vejo que uma das amigas dela era super agressiva comigo, ao ponto de me deixar constrangida, mas visivelmente essa pessoa tinha inveja e não sabia disfarçar esta inveja. Criticava abertamente a maneira que eu me vestia e depois copiava meus looks, comprando peças iguais nas lojas em que eu tinha comprado. Eu nunca me perguntei se essa pessoa não estava apenas refletindo as críticas que minha amiga querida fazia de mim quando eu não estava presente. Hoje, por várias atitudes, dá para acreditar que sim. Ela apenas não gostava de mim por saber de mim apenas o que nossa amiga comum passava para ela!

Falsiane


Se você anda desconfiada que sua amiga não é tão sua amiga assim e que existe um desequilíbrio na amizade entre vocês, então preste atenção neste pontos:


1. Você sempre telefona para ela e ela está sempre ocupada, diz que vai retornar depois e nunca ou quase nunca dá retorno.
2. O mesmo acontece com as mensagens do whatsapp.
3. Ela procura outro profissional para fazer um serviço que sabe que você faz e sequer justifica a razão desta escolha.
4. Embora ela convide você para as festas e reuniões na casa dela, quando você a convida para algum evento na sua casa ela não vai e sequer justifica a ausência.
5. Você descobre que embora conte os fatos e acontecimentos de sua vida para ela, ela omite o que acontece com ela e você fica sabendo o que anda acontecendo por uma amiga em comum, que fala como se você soubesse.
6. Você faz questão de presenteá-la nas ocasiões especiais como Natal e aniversário e ela não retribui ou presentes, sendo que às vezes sequer agradece pelo mimo.
7. Ela desrespeita sua amizade paquerando com seu ex-marido ou ex-namorado.
8. Ela pede emprestado objetos como roupas e livros e não devolve.
9. Quando saem juntas, no final da balada ela diz que não tem dinheiro e deixa a conta integralmente para você, dizendo que vai acertar no dia seguinte, só que o dia seguinte nunca chega.
10. Ela culpa você por atrasos quando saem juntas, quando quem atrasou foi ela.
11. Ela pede dinheiro emprestado e não paga, muitas vezes sumindo para evitar que você cobre.
12. Ela faz brincadeiras criticando você sem dizer abertamente o que a está a incomodando.
13. Ela marca para encontrar com você em algum lugar e chega com meia hora de atraso, deixando você plantada esperando, sem se preocupar em mandar uma mensagem dizendo que vai se atrasar.
14. Você descobre que ela fala mal de você pelas suas costas.
15. Ela pede um favor especial para você e quando você faz, ela não agradece e age como se fosse sua obrigação fazer.
16. Quando vocês estão juntas e ela encontra uma amiga, ela conversa como se você não existisse e não apresenta a pessoa para você.
17. Você pede para ela guardar um segredo e você descobre que ela não guardou, saiu falando para todo mundo deixando você numa situação comprometedora.

Você colocaria mais algum ponto que demonstre que ela não é tão amiga assim aqui?

A verdade é que eu não gosto de sair por aí desconfiando das amigas e prefiro deixar rolar.
Eu sou assim, confio, amo e às vezes me decepciono, mas prefiro ser assim do que ser desconfiada e ficar cobrando das pessoas as atitudes que eu tenho para com elas.
Vou levar novas bordoadas me comportando desta maneira? Provavelmente sim, mas não é porque as pessoas não são sinceras ou amigas de verdade que eu vou mudar o meu modo de ser para pior.

Você já passou por esta situação alguma vez na vida?


4 comentários:

  1. Hoje em dia as amizades verdadeiras são raras....infelizmente.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  2. Tive uma "amiga" de quem gostava muito.
    Éramos pirralhas, mas aprendi que mau caráter não tem idade. Assim ela sabendo que eu gostava de um garoto da 9° ano, simplesmente apareceu namorando com ele e acrescentou que não gostava do garoto só estava ficando.
    Dinheiro emprestado, ficar em último lugar numa lista de prioridades, brincadeiras que magoam. Fofocas, vim saber uns 3 anos depois, já no ensino médio quando ela começou a dar em cima de um amigo meu e ele não quis ficar com ela. Me lembro quando ele disse: Cuidado com ela. Não é uma amizade sincera.
    Daí acendeu aquela luzinha sabe?
    A gente sabe, sente, mas não quer acreditar?
    Fomos nos afastando naturalmente, a vida é dinâmica e flui.
    Hoje procuro prestar mais atenção aos detalhes, mas assim como você disse, não acho justo alguém pagar pelo que outra pessoa fez.
    Então sigo confiando nas pessoas.
    Esse amigo, por exemplo, somos amigos até hoje, e provavelmente pra vida toda.

    Aaaaaahhhhhh eu a acrescentaria um ítem.
    Uma das coisas que mais doeu foi saber que ela não torcia por mim, sabe aquele tipo de pessoa que você recebe uma promoção no trabalho e a pessoa não fica feliz?
    Acho isso horrível.
    Porque quem é amiga mesmo, vibra junto, torce e fica verdadeiramente feliz pela outra.

    Bjs Betty
    Ótima continuação de semana pra ti e todos aí
    Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já passei por isso de uma amiga que não torce pela gente, mas ela ia além, pois não só não torcia por mim, como torcia contra mim!
      É duro vc peneirar quem é ou não amigo, pois têm muitas emoções envolvidas.
      Beijos

      Excluir
  3. Uma amizade de 40 anos acabou porque cansei de ser usada. Eu me afastei quando começou a me fazer mal, demorei para trabalhar isso dentro de mim mas hoje estou bem, superei!
    As pessoas normalmente evitam falar sobre assuntos delicados como esse. Gosto da sua coragem!! Abração

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN