Um Reino Unido um filme para se apaixonar - Gosto Disto!

24 de janeiro de 2020

Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Eu adoro filmes biográficos e quando encontrei um filme que envolve casamento real, casal interracial e dois artistas que adoro David Oyelowo (ele fez o papel de Martin Luter King em Selma) e Rosemund Pike (Uma Garota Exemplar, entre outros) não podia deixar de assistir Um Reino Unido e não me arrependi, o filme é lindo.

A história é tão linda que parece irreal, mas aconteceu e mostra que o amor é capaz de tudo.



Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Resenha


Seretse Khama é o futuro rei de Bechuanalândia, hoje chamado Botsuana, e, em 1947, faz os seus estudos em Londres, local onde conhece Ruth, uma funcionária pública inglesa. Seretse é negro e Ruth é branca e o casamento não é bem visto pela sociedade, pelos parentes de ambos e também politicamente falando.
Ruth vai ser rainha de uma população de negros, que está esperando que o seu governante se case dentro da própria tribo.

Este casal passa por uma série de provações e provocações. Foram perseguidos a exaustão pelos funcionários do Foreign Office, o Ministério de Relações Exteriores Britânico.

Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Porque assistir



Eu não conhecia a história de Seretse e Ruth, mas é uma história que vale a pena ser contada e divulgada, pois o mundo costuma ser cruel por nada e só o amor e a inteligência conseguem suplantar a crueldade humana. 

Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Preste atenção


O fundo musical é lindo, mas o filme se supera mesmo é na fotografia.

Londres é retratada com seus dias nublados, céus cinzas e mostra-se um lugar pouco acolhedor. Já Botsuana é retratada em tons de sépia e amarelo, bem mais ensolarada e acolhedora.

Um Reino Unido um filme para se apaixonar

Moda e Figurino



O filme mostra 10 anos na vida deste casal e também do mundo que os cerca, e o figurino que vai de 1947 até perto dos anos 60 é perfeito, com vestidos mídis rodados e acinturados, enquanto os homens se vestem com ternos estruturados.

Um Reino Unido um filme para se apaixonar


No final do filme aparecem as fotos do casal verdadeiro e também mostra o rumo que o casal tomou, sendo que Ruth lutou intensamente para combater a AIDS na África e Seretse abriu mão do reinado para se tornar o primeiro presidente democraticamente eleito em Botsuana.

Eu sei que estamos na época do Oscar e este filme sequer foi citado na época em que foi lançado, em 2016, mas acredite, era um filme digno de Oscar, pelo roteiro e pela atuação dos dois atores principais.




3 comentários:

  1. Olá Betty, sempre que sigo seus conselhos cinéfilos...me dou bem! Mais um título que vou guardar na memória até "tropeçar" no filme. Bjs, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty... eu já tinha assistido no ano passado pela Sky (Telecine), é muito lindo
    mesmo e na época sugeri para várias pessoas. Na Netflix recomendo "100 metros", é um filme espanhol, vou fazer a resenha dele no meu blog neste fim de semana. Acho que você vai gostar.
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Betty,
    que lindo seu post! Já coloquei esse filme na lista!
    Ótima semana!
    Bjs

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN