Corona vírus e como sobreviver a ignorância das pessoas

Corona vírus e como sobreviver a ignorância das pessoas


O que fazer para evitar ser pega pelo corona vírus eu sei, você sabe e todo mundo deveria saber, mas as pessoas parecem que não estão acreditando muito no perigo do COVID-19, ou pelo menos o meu marido está me dando um trabalhão! Estou no grupo de risco, sobrevivi a um câncer e tenho um organismo bombardeado pela quimioterapia que nunca mais se recuperou totalmente, então me tornei palco para toda e qualquer doença infecciosa, como dengue, herpes zoster, paralisia de bel e infindáveis resfriados e gripes. Como sei dos meus perrengues, estou tratando de me cuidar e dar o meu melhor para que o corona vírus não ouse passar perto de mim, mas as coisas ficam difíceis quando quem mora comigo, o seja, meu marido, resolve acreditar que tudo não passa de histeria coletiva (obrigada Bolsonaro pela sua idiotice: gripezinha! histeria!).


Ao mesmo tempo que lido com uma pessoa teimosa e irritada que quer ir ao supermercado, às imobiliárias, aos bancos e se recusa que os serviços sejam feitos on line, quando sou obrigada a sair de casa, me deparo com grupos de jovens que que trabalham em uma empresa de cobrança, batendo papo na calçada, todos aglomerados, fumando e jogando fumaça na cara um do outro, como se estivéssemos em plenos anos 60 e fumar fosse um charme a mais e não uma excrecência humana.
As pessoas não estão respeitando a distância de dois metros entre elas! Estão se aglomerando desnecessariamente!
No supermercado vi um senhor de mais de 80 anos (foi ele mesmo que disse a idade), reclamando por não ser atendido na frente dos demais clientes, sendo que ele entrou numa fila comum e não num caixa preferêncial ou exclusivo. Ao mesmo tempo em que ele esbravejava, ele contemporizava com um coleguinha da mesma idade que também estava na fila errada. Era necessário que eles estivessem no supermercado? Pelo que tinham no carrinho não me parecia. Supermercado é lugar para fazer um social? Não, e muito menos em tempos de corona vírus. Erro atrás de erro, ignorância atrás de ignorância.
Você sabe do que o Cazuza morreu? De AIDS? Não, a AIDS foi apenas a consequência, ele morreu de ignorância, ignorou uma doença que estava se alastrando e não se protegeu. Muita gente vai dizer que o Cazuza era um exagerado, que ele abusava em todos os sentidos, mas ele não foi contaminado pelo vírus da AIDS por ter transado com inúmeros parceiros, bastou um parceiro com AIDS e o mal estava feito. O mesmo aconteceu com o Fred Mercury e tantas outras pessoas que não acreditaram no perigo, que desafiaram a lógica.
Assim é o COVID-19, muita gente vai morrer devido a ignorância, acreditando que ir ao restaurante uma única vez não vai fazer mal algum, e talvez não faça mesmo, mas ninguém sabe o dia em que alguém contaminado vai estar perto e vai passar a doença para frente, provavelmente nem mesmo a pessoa contaminada sabe que está contaminando.
Por amor a si mesmo, por amor à humanidade, aos seus semelhantes, não se exponha inutilmente! Faça tudo que puder fazer on line, fique em casa e se precisar sair, leve o seu álcool em gel e também use máscara.
Muitos médicos são contra o uso de máscara, dizem que não protege, mas no mínimo ela protege da autocontaminação. Com máscara você não coloca a mão no nariz e nem na boca. Quando você está com máscara, as pessoas não vêm te dar três beijinhos, hábito muito comum entre os brasileiros. Com máscara, se alguém espirrar na sua frente, os perdigotos não vão direto para o seu nariz ou boca. Eu vou continuar usando minha máscara, vamos deixar quem não acredita nelas ficar à vontade expondo a sua vulnerabilidade.


Imagem Pixabay

Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

24 comentários:

  1. É mesmo triste,Betty! mas agora, depois desse discurso infeliz do que deveria ser pessoa de respeito, ficará mais difícil mudar mentalidades. Ele tudo estraga! Impressionante o estrago que faz! beijos indignados, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica,
      Eu tinha escrito este texto antes do discurso, agora então estõ pedindo desculpas ao Brasil por ter dado o meu voto para este imbecil. Já tinha me declarado arrependida de ter votado nele, votei para não dar meu voto para os ladrões da esquerda e acabei ajudando a colocar este idiota no poder. Me desculpe, Brasil!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Betty... por aqui estamos todos nos cuidando, o ruim é manter as pessoas
    de idade em casa, como são teimosos, rsrsrs
    Vai passar e ficaremos bem, tenho Fê.
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui em Bauru tem um pessoal que resolveu ficar em forma andando na avenida. A aglomeração está acontecendo por lá.
      Beijos

      Excluir
    2. Betty... saí agora para levar meu marido na farmácia (foi tomar uma injeção pois está com uma distensão muscular), e vi várias pessoas caminhando, umas inclusive ontem metendo o pau no pronunciamento do Presidente, estavam fazendo caminhada normalmente e conversando. Quanta ignorância e hipocrisia!
      Achei que o pronunciamento ontem foi péssimo, não foi nada apaziguador e nem esclarecedor, mas vejo que ele está enfrentando uma encruzilhada. Peço a Deus que lhe dê sabedoria. Estamos todos no mesmo barco, uns de iate, outros nem um pedaço de madeira. É triste!
      Vamos ter confiança e responsabilidade que tudo vai passar.
      Beijosss!!!

      Excluir
    3. Oi Jane,
      Não sei aí,mas aqui tem muitos noias nas ruas e não sei como vamos lidar com esta gente. Eles circulam de um lado para o outro totalmente drogados!

      Excluir
  3. Bom dia.Sou uma jovem senhora de 67. Estou muito preocupada e me cuidando por mim e pelos outros. Concordo plenamente com voce. Continue com seu blog belíssimo e inteligente.Vamos fazer a nossa parte. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria,
      Pode parecer bobeira, mas vamos fazer trabalho de fomiguinha, cada um faz sua parte ficando quietinho e o vírus não tem como propagar. Eu acho que tive a doença em janeiro, quando ninguém sabia do vírus, mas tive todos os sintomas e uma febre muito forte, como na época estava fazendo exames para controle do câncer, um dos resultados mostravauma virose muito grande, mas ainda não faziam exames para detectar o corona. De qualquer maneira, devo ficar em casa, pois ainda não sabem se quem teve a doença fica imunizado, pode ser como a dengue, que não imuniza.
      Boa sorte para nós!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Betty, cuide-se bem e se precisar, tranque o marido em casa!
    A coisa aqui em São Paulo está crítica, meu marido está na linha de frente, fazendo procedimentos cirúrgicos nos pacientes com Covid internados nas UTIs, atendendo todos os tipos de emergências.
    Eu estou com uma sobrecarga de trabalho como nunca antes, mesmo sendo on-line.
    É uma pena que os jovens estejam tão inconscientes do problema. Espero que não tenhamos que passar pelo que a Espanha e Itália estão passando.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu marido ainda não entendeu bem o problema, equando está entnedendo vem o Bolsonaro e dia aquele monte de asneiras.
      Hoje, na TV, mostraram que os jovens não estão tão imunes assim, pois 1/4 das mortes nos países da Europa e China, foram de jovens, mas até então estavam passando a ideia que eles eram intocáveis!
      Imagino a sua carga. Não sabia que o seu marido é médico também.Puxa, é muita coisa para uma família só. Que estresse!
      Beijos

      Excluir
  5. Puxa, Betty, muito cuidado, muita oração e meditação pra ter Paz Interior. É muito difícil ficar lutando com as pessoas ! Acabamos no final do dia estressadas, feito bruxas, por reinvindicar o certo que é tão óbvio para nós... mas não é prioridade para os outros. As vezes dou uma parada e uma suspirada bem fnda, sabe, no meio da sala... me sento e me conecto com a Inteligência Infinita pedindo força, perguntando por quê, só fico quieta pedindo uma energia excedente quando a minha parece que se foi... nessa hora encontro um pouco de paz e um direcionamento, e um pouco de força a mais pra aguentar sem pirar !!
    Fique bem, querida, continua usando sua máscara, sim !! troque, lave, higienize as mãos e mantenha distância o máximo que puder... só não distancie do seu coração !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris,
      Meu marido melhorou um pouco, está vendo que tudo está fechado e não tem mesmo para onde ir, mas quando ele vai tomando consciência, nosso presidente vem e fala um monte de bobagens!
      Sobreviveremos... eu sempre sobrevivo e quero que ele também.
      Beijos

      Excluir
  6. é amiga o negocio é creditar que tudo isso vai passar, porque tudo passa, aqui é cada coisa que vejo, mas enfim tem gente que nao adianta falar e quando falamos chegam a extressar mesmo, com isso até a nova vibração abaixa, o negocio é cada um ter noção do que esta acontecendo e fazer o melhor, estamos todos interligados nesse momento a proteção de um acaba sendo de todos. beijokas amore se cuida sucesso a voce e que texto hein, muito bem explicadinho https://estilopropriobysir.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Siça,
      Boa sorte para nós. Eu moro em uma rua tranquila, entre duas avenidas. Estas avenidas virou uma concentração de noias! As pessoas estão se resguardando, mas os noias parecem zumbis! Não sei o que vai acontecer se não controlarem essas pessoas.
      Beijos

      Excluir
  7. Oi Betty cá em Portugal temos leis muito rigorosas e penso que hoje vão policiar ainda mais. Ontem prenderam 20 ou trinta pessoas que estavam a prevaricar, achei incrível que eram com mais de 70 anos idade em que é proibida andar na rua, só em casos excepcionais.
    Vou ver a lei e mando-lhe por e-mail só para que saiba o que se passa por aqui.
    Beijinhos minha linda e que tudo corra bem.
    Julia Albuquerque Vieira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julia,
      Aqui está fechando cada vez mais. como somos uma federação, cadaestado depende muito do seu governador. No sul está mais fechado, mas aqui começou a fechar também. Agora não temos mais barzinhos abertos e nada dotipo, só mesmo os serviços essenciais, mas algumaspessoas caminham pelas ruas achando que estão fazendo exercícios. Tem também o problema dos drogados. as pessoas de bem estão em casa, mas os dorgados parecem zumbis pelas ruas. Mete medo!
      Beijos

      Excluir
  8. Quando elegem um mentecapto, que nunca fez nada quando foi Deputado pelo Rio de Janeiro, só dormia, tendo como eleger um Professor, que foi o melhor Prefeito de São Paulo, deixam um país a mercê das mais e enormes desordens.

    Não estou aqui a comentar politica, creio eu não ser o mote do Blog, mas eleger um cidadão cuja plataforma era dar arma a cada cidadão é muiiiiito surreal. Este homem nunca comentou plataformas importantes como Educação, Saúde e geração de emprego e hoje, em meio a uma pandemia, coloca o dinheiro à frente da saúde dos brasileiros.

    Nunca, eu nunca perdoarei os 57 milhões de cidadãos que nos colocaram nesta situação crítica, de morte iminente,clara e anunciada, onde não há malha hospitalar para receber gente doente, dirá doentes de COVID19 a titulo de crer em fake news.

    Certamente, Betty, você retirará este comentário meu. Mas torço para que, numa próxima eleição presidencial, todos que elegeram bozonaro repensem nas mentiras que elegem uns e destroem um país inteiro.

    Torcendo fervorosamente por sua saúde, despeço-me aqui de seu Blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      Eu jamais retiraria um comentário seu e as poucas vezes que retiro comentários é de empresas que usam este espaço para fazer propaganda gratuita.
      Eu confesso, votei no Bolsonaro em segundo turno, pois queria evitar que a quadrilha do PT continuasse. Não gostava e não gosto dele, mas não esperava que fosse tão pequeno e mesquinho como está sendo. Você tem a visão do Haddad de quem não mora em São Paulo. O Haddad, quando era prefeito, aparecia para trabalhar às 3 horas da tarde, quando aparecia. Não fez nada pela cidade além de pintar faixas de ciclistas mal planejadas. Haddad elegeu o Doria. Qualquer um que se canditasse depois do Haddad venceria. Não sei como professor, mas foi o pior político que São Paulo enfrentou!
      Eu não vejo diferença de entre um Bolsonaro e um Lula, infelizmente.
      Detestando o Bolsonaro, estou tendo que tirar o chapéu para o Doria, que não está com medo de enfrentar a crise e fazer o necessário. Vaiquebrar o estado? Vai sim, mas antes falido do que finado.
      Se eu pudesse retiraria o voto que dei ao Bolsonaro, eu deveria ter votado em branco.
      Beijos

      Excluir
  9. Arrependimentos à parte, estamos presas dentro de casa ... até quando?
    Fico preocupada, tenho mais de 70, marido também. Somos os dois sozinhos.
    Ele que vai a Supermercado e Farmácia. Higienizamos tudo na volta. Trabalho mais que dobrado. E ainda penso demais em meu filho e minha neta lá do outro lado do mundo passando por tudo isso também... Não sei até quando vou disfarçar sorrindo e ficando calma. Queria fechar os olhos e quando abrisse, a vida voltaria ao normal. Hoje vi pela TV tanta gente aglomerada na rua, é desesperador. Que Deus nos ajude!
    blogjoturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jô,
      Eu também estou nervosa, mas tento me controlar. Aqui está tudo fechado, mas os noias estão soltos pelas ruas desesperados por dinheiro para drogas, dá até medo! Não sei como vão controlar esta doença comos noias soltos por aí.
      Beijos

      Excluir
  10. estou em quarentena desde antes que foi oficializada,estava presentindo algo ruim no ar,mas o que realmente me desestabiliza é ver o bolsonaro falar tanta besteira,já nao sei se tenho mais medo dele do que do corona virus se essa quarentena acabar antes as consequencias serao arrazadoras,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei de que estado vc é, mas por aqui, SP, nosso governador está se mostrando muito consciente da situação, mas não sei até quando ele vai resistir, pois um governador não manda num presidente. Estou apavorada com as falas e a inconsciência do Bolsonaro! Até na China em que não existem Direitos Humanos e nem Direitos Trabalhistas, a prioridade foi salvar pessoas e não a economia. Quanto mais você salvar pessoas, mais rápido pode salvar a economia. Não é dando prioridade para a economia que vamos sair da crise, mas sim agravá-la.

      Excluir
  11. bom dia bete eu sou do parana interior,ogovernador esta até agora acompanhando as medidas ,que foram passadas so ministério da sáude,juntamente com outros governadores mas ontem mesmo aqui na minha cidade os logistas fizeram carreata para reabrir o comercio.pendo eu que devemos nÒs ter_mos conciènçia e boicotar esses logistas,não saindo para comprar nada ,assim as lojas ficarãõ as moscastudo isso insentivado por esse presidente loco,bete eu adimiro muito pessoas que reconhece que votaram errado,mas ainda tem muita gente que o apòia,tenho uma sobrinha que é fanática por ele esta com uma venda nos Òlhos,eu votei hadadd,depois do intercpt,tive a mas plena convicçao que,fo tudo armado para tirr o lula da jogada,pois ele representava a classe trabalhadora,e os empresàrios não os querem no poder.Não acredio em nasa que ai da boca do bolsonaro ele e a famila estão a muito tempo mamando nas nossas custas .senão não estáiam todos na politica,para uma fámilía ser todos os 4 politicos deve ser muitissimo bom .me desculpa o desabafo ,acompanho voçe faz muito tempo,os blogs me ajudaram quando tive um inicío de depressão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber que ajudei numa época em que precisa. Eu hj leei um susto, pois saí para dar uma volta de carro com o meu marido. Não descemos em lugar nenhum, para nos preservarmos, mas aqui tem uma avenida que é tida como a praia dos bauruenses, pois todo mundo vai lá caminhar, ela estava cheia de gente! O povo não está acreditando no perigo desta doença!
      Eu estou com medo, muto medo.
      Beijos

      Excluir

Blogs que valem uma visita