Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar - Gosto Disto!

1 de maio de 2020

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Em tempos de quarentena eu tenho assistido muita coisa boa, muita coisa questionável e muita coisa ruim. Resolvi me desapegar um pouco da Netflix e voar por outras paragens. Nesses voos redescobri Encontros E Desencontros, um filme da Sofia Coppola, de 2003, que é simplesmente adorável! Vi com mais paixão do que quando tinha assistido pela primeira vez, portanto, se você já assistiu, assista novamente, se não assistiu ainda, não sabe o que está perdendo e é hora de reparar esta sua falha cinéfila.


Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Resenha


Encontros E Desencontros trata de um amor platônico, mas um amor com uma força de mudar duas vidas, ainda que não tenha se consumado.
Bob Harris (Bill Murray) é um ator decadente, de meia idade, que viaja para Tóquio para fazer um comercial de whisky, pelo qual está sendo muito bem pago. Ele está na encruzilhada da vida e enfrenta um casamento de 25 anos no qual a sua esposa está mais voltada para os filhos e para a decoração da casa do que para ele.
Charlotte (Scarlett Johansson) está em Tóquio, hospedada no mesmo hotel que Bob Harris. Ela está acompanhando o seu marido John (Giovanni Ribisi), que é fotógrafo de celebridades e se ausenta constantemente por causa do trabalho a deixando sozinha.
Tanto Charlotte quanto Bob estão em situações parecidas, pois não falam a língua local, se sentem sós, não conhecem os costumes e se sentem perdidos numa megalópole que embora seja encantadora, pode ser bem desumana.
Ambos não conseguem dormir devido ao fuso horário e acabam por se encontrar no bar do hotel e criar um vínculo de amizade.

Eles vão se envolvendo, mas cada um sabe das suas limitações e não têm coragem de ultrapassar o limite que os levaria a um envolvimento sem volta.

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Porque assistir


Encontros E Desencontros fala de seres humanos em situações cotidianas, situações estas que não é preciso ser famoso e nem estar em Tóquio para vive-las.
Quem nunca teve um amor platônico? Se você já teve e esse amor platônico foi correspondido sabe bem que as consequências duram para sempre, pois costuma ter uma força maior do que uma paixão consumada, porém paixão, sem amor.

Em alguns momentos me senti Charlotte, abandonada dentro de um casamento cujos vínculos emocionais são questionados e questionáveis.
Em alguns momentos me senti Bob, presa num casamento desgastado, em uma vida cujo sucesso é coisa do passado e sem muitas perspectivas para o futuro.
Os personagens são dolorosamente humanos e a carga de emoção que transmitem se deve a dois grandes atores, Bill Murray e Scarlett Johansson, em interpretações magníficas. 

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Preste atenção



Na sensação de solidão que o filme Encontros E Desencontros passa, mesmo estando os personagens principais em uma cidade ultra populosa. Note que a barreira da língua cria um abismo de comunicação que se torna insuperável em alguns momentos.

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar

Figurino e Cenários


O que me surpreendeu foi o fato do figurino da Charlotte ser muito atual, apesar do filme já ter 17 anos. Qualquer um dos looks que ela usa, poderiam ser usados hoje: calças de alfaiataria, sobreposição de peças, tênis brancos e uma saia lápis, tudo muito 2020.

Vale a pena conhecer Tóquio pelos olhos de Charlotte e Bob. Charlotte em especial visita vários pontos turísticos e anda por salões de jogos eletrônicos muito legais.

Pode-se dizer que Tóquio é a terceira personagem do filme Encontros E Desencontros, e uma personagem importante, pois muito do filme se deve a cidade.

Encontros e Desencontros – filme para ver e rever e se apaixonar


Eu assisti parcialmente ao filme no Youtube, em uma cópia paga, mas não recomendo, pois está uma porcaria, com muitas interrupções, imagens com foco deficiente, enfim, fuja e guarde o seu dinheiro para algo melhor.
Então onde assistir? Veja no Topflix. É grátis, mas demora um bocado para poder acessar ao filme, pois é necessário assistir aos anúncios, mas não é necessário fazer nenhum cadastro. Escolha a cópia dublada, a terceira da esquerda para a direita, pois está perfeita.


🎬🎬🎬

Em lugar do trailer oficial, que é bem chatinho, estou colocando um clipe da música More Than This, que tem cenas fantásticas do filme.




5 comentários:

  1. Que filme maravilhoso,vc acredita que passei diversa vezes por ele na Netflix? Pois agora viu assistir kkkk

    ResponderExcluir
  2. Que delicia de dica, vou anotar, estou precisando ver filmes leves nesses tempos pesados.
    Como vocês estão? Espero que estejam bem. Nós estamos em isolamento social e com muito cuidado nas saidas essenciais, com uso de mascara e muito alcool gel.
    Muita Luz e Paz!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi Betty, muito obrigada pela dica.
    Vou assistir ao filme. Eu não conhecia essa Topflix. Estou assistindoalguns filmes franceses na plataforma www.looke.com.br. Está com filmes de Festival Varilux de Cinema Francês disponíveis gratuitamente.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest


    ResponderExcluir
  4. Oi Betty... eu assisti faz muito tempo e lembro de ter prestado muitas atenção a Scarlett, que eu acho linda, e como ela via os detalhes da cidade. É um filme lindo mesmo, vale a pena ver de novo!!!
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  5. Excelente filme !
    Vale a pena rever .
    Ótima "dica "
    Bjus

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN