Filme Um Amor Impossível até que ponto submissão é amor - Gosto Disto!

12 de junho de 2020

Filme Um Amor Impossível até que ponto submissão é amor


Filme Um Amor Impossível

Eu tenho procurado resenhar filmes mais leves durante a quarentena, mas Um Amor Impossível é tão bom e tão intenso que merece ser divulgado e assistido por você. Este é mais um dos filmes franceses que encontrei disponível gratuitamente no Festival Varilux Em Casa, cujo link você vai encontrar no final do post.



Filme Um Amor Impossível

Resenha de Um Amor Impossível


O filme Um Amor Impossível, da diretora Catherine Corsini, baseado no best seller do mesmo nome de Christine Angot, conta a história Rachel (Virginie Efira), uma funcionária da Previdência, na cidadezinha francesa de Chateauroux, através da narrativa de sua filha Chantal, que é representada por 4 atrizes: Ambre Hasaj como bebê, Sasha Alessandri-Torrès Garcia quando criança, Estelle Lescure na sua adolescência e Jehnny Beth na fase adulta.
Rachel conhece Philippe (Niels Schneider), um tradutor parisiense de família rica que se encontra a trabalho em Chateauroux e eles se envolvem, nascendo um grande paixão, nos anos 50 e 60. No decorrer do filme, e não demora muito para que isso aconteça, se pode notar que a paixão existe apenas do lado de Rachel, pois Philippe deixa claro que não quer se envolver com uma mulher sem cultura e sem dinheiro como ela.
Quando Rachel engravida, Philippe se afasta dela mudando de cidade.
Com o nascimento de Chantal, Rachel procura se aproximar de Philippe querendo que ele reconheça a filha e que a criança não fique com um registro de “pai desconhecido” na sua certidão de nascimento.
Philippe trata Rachel o tempo todo como uma pessoa de segunda categoria e ela aprende a se alimentar das migalhas que ele vai lhe oferecendo nos poucos encontros que eles têm durante a vida.
O amor de Rachel por Philippe a reduz a uma submissão penosa e ela passa para sua filha a ideia de que seu pai é alguém superior e especial.
Quando Chantal está prestes a completar 16 anos, Philippe acaba por reconhece-la como filha e começa a se aproximar dela, passando os finais de semana com ela.
O filme começa como um romance, mas vai se desenrolando em forma de drama e mostrando o lado negro de Philippe, lado este que Rachel sempre se negou a enxergar. 

Filme Um Amor Impossível

Porque assistir Um Amor Impossível


O filme mostra muito da situação e submissão feminina no final dos anos 50 e início dos 60, e por si só já valeria a pena ver, mas vai além, pois a submissão de Rachel beira o doentio e poderia acontecer nos dias atuais.
Um Amor Impossível é um filme que vai mexendo com as emoções do espectador fazendo com que a gente sinta pena e também ódio de Rachel diante de sua passividade e cegueira, mas mesmo diminuída e submissa, Rachel vai subindo profissionalmente e cria a sua filha sozinha, sempre na espera de que algum dia a sua história de amor com Philippe vá mudar.

Filme Um Amor Impossível

Preste atenção


Virginie Efira é uma atriz com A maiúsculo e você pode ver as suas emoções pela sua maneira de olhar, mesmo que ela nada diga em algumas cenas, mas a cena em que Philippe conta que se casou com uma moça alemã porque ela engravidou é de uma dureza e um amargor que dá vontade de colocar Rachel no colo e bater em Philippe.

Filme Um Amor Impossível

Cenários e figurino de Um Amor Impossível


Os cenários vão mudando na medida que Rachel vai crescendo profissionalmente, pois ela sai da cidadezinha de Chateauroux, que tem lindos cenários rurais, e vai se urbanizando a medida que vai ascendendo no trabalho.
Os figurinos de Rachel no início da trama, embora não sejam muitos variados, são muitos bonitos e representam bem a moda da época, com saias rodadas, casados ¾, scarpins e lingeries de renda. A única coisa que atrapalha o figurino da personagem principal é o cabelo, pois o ondulado é muito pós milênio e jamais seria usado nos anos 50.

Filme Um Amor Impossível

Prepare-se para emoções fortes, para se surpreender com a virada no terço final do filme, mas tenha certeza que vai valer muito a pena ver Um Amor Impossível, pois o filme consegue falar ao coração.

Festival Varilux Em Casa



5 comentários:

  1. Adoro tuas dicas e todas sempre bem legais! Lindo dia dos namorados! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Jane Quintela de Carvalho12 de junho de 2020 10:01

    Oi Betty... não estou assistindo nada nos últimos dias, mas prometi a mim mesma
    que neste final de semana vou me conceder assistir pelo menos três filmes, rsrsrs
    Vou anotando todos os filmes que você recomenda.
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
  3. Parece um filme bem legal!! gosto sempre das suas dicas
    um beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá, minha querida!
    Pelas imagens e resenha é um belo filme!

    Boa semana!
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  5. Parece um filme do jeito q eu gosto, adorei a dica.
    www.verdeveggie.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
POR LORY DESIGN