As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

As Virgens Suicidas, de 2000, é o primeiro filme que Sofia Coppola dirigiu e embora seja seu primeiro longa ela já demonstra talento e maturidade como diretora como se fosse uma veterana.

Eu não tinha assistido As Virgens Suicidas, embora o filme seja muito famoso, e resolvi assistir por ser um filme de Sofia Coppola e eu adoro o trabalho dela e também por ter Kirsten Dunst num papel de destaque.



As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

Resenha


Nos anos 70, cinco irmãs moram em um bairro de classe média, em Michigan, nos EUA, e chamam a atenção pela beleza, todas lindas. Seus pais, Sr. Lisbon (James Wood) e Sra. Lisbon (Kathleen Turner), não são fáceis, pois são católicos fervorosos, o pai é professor de matemática na escola onde as meninas estudam, e é totalmente dominado pela esposa, que é muito opressora.
Cecília (Hanna Hall), Bonnie (Chelse Swain), Therese (Leslie Hayman), Mary (A.J. Cook) e Lux (Kirsten Dunst) têm de 13 a 17 anos, e estão com os hormônios a flor da pele. A idade das adolescentes é linda, mas também é problemática, e cada vez que tentam levantar o mínimo voo, a mãe poda as asas delas.
O filme praticamente começa com a tentativa de suicídio de Cecilia, que é a caçula das irmãs, e, quase em sequência, o seu suicídio consumado durante a festa de seu aniversário.
As meninas estão no alvo de todos os garotos do bairro e o suicídio de Cecília faz com que o foco sobre elas aumente ainda mais.
A mãe, que já era opressora, com a morte de Cecília, fica descuidada com a casa e com as filhas, mas aumenta a carga de opressão.
Lux é a mais atirada das irmãs e ela é muito sedutora. Lux também parece ser quem lidera as irmãs.
Lux se apaixona por Trip Fontaine (Josh Hartnett, quando jovem e Michael Paré, quando adulto), o garoto mais badalado da escola, ele é bonito e joga no time de futebol americano local. Trip faz de tudo para ganhar a confiança dos pais de Lux e para leva-la ao baile da escola, baile esse que a mãe das meninas abomina, ele tem que convidar três amigos para acompanhar as irmãs de Lux, vez que ela jamais poderia ir sozinha.
Não bastasse essa exigência da família, o Sr. Lux também vai ao baile como inspetor.
Pela primeira vez as irmãs se sentem felizes e se divertem. Lux e Trip são eleitos os reis do baile. Tudo ficaria bem se Lux não sumisse com Trip para o meio do campo de futebol, onde eles transam e dormem, perdendo a hora para voltar para casa. Quando Lux acorda se vê sozinha no meio do campo de futebol, pois Trip foi embora e ela volta sozinha para casa tendo que enfrentar a ira de sua mãe.
A Sra. Lisbon não castiga apenas Lux, mas todas as filhas e as tira da escola as encerrando em uma prisão domiciliar onde o único contado com o mundo exterior é feito por telefonemas para os rapazes que as admiram, sem que os pais saibam.

O filme vai num crescente de opressão e sensualidade e o próprio título diz qual será o desfecho.

As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

Porque assistir


Se você foi adolescente e já se apaixonou, vai ter mil razões para assistir As Virgens Suicidas, pois o que as meninas sentem, especialmente Lux, é o sentimento comum a todas as adolescentes, com um misto de paixão e sensualidade própria da idade.

A mãe exagera ao superproteger as meninas e Lux, que é a mais rebelde delas, faz desta opressão o motivo para se rebelar, ainda que seja uma rebelião física, é uma rebelião muda, pois nem ela, nem as irmãs, ousam desafiar a sua mãe.

As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

Preste atenção


A atuação de Kirsten Dunst é precisa, cirurgicamente precisa! Ela consegue transmitir toda sua sensualidade adolescente com um simples olhar, quando muito com um gesto.
As Virgens Suicidas é um filme sensual sem mostrar nada além de rostos, sorrisos, sem nenhuma cena de nudez.


Estique as orelhas e preste atenção também na trilha sonora do filme, pois é ótima, também como em todos os filmes da Sofia Coppola.

As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever

Cenários e figurino


Sofia Coppola tem como assinatura os cenários e figurinos em tons pastel. Tudo é muito claro, muito leve, muito delicado, como em todos os filmes dirigidos por ela.
Sofia Coppola é o oposto de Pedro Almodóvar em matéria de colorismo.

Os figurinos das irmãs transmitem muita fluidez, especialmente nos vestidos que elas usam para irem ao baile da escola.

As Virgens Suicidas um filme que vale a pena ver e rever


Se você está querendo um filme que saia do lugar comum do que está sendo lançado nos último tempos pela Netflix, As Virgens Suicidas é uma ótima alternativa. Não é um filme alegre, mas também não chega a ser triste, mas é um filme que depois que termina nos obriga a pensar e sentir um pouco como Lux e cada uma de suas irmãs.



Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

11 comentários:

  1. Pelo nome,parece ser um filme de terror,eu odeio filmes de terror e detesto filmes violentos!! Prefiro bons filmes de romance,acção e aventura!! De qualquer maneira,ainda bem que todos nós temos gostos diferentes!! Desejo,para ti,um feliz e abençoado mês de Julho,muita alegria,muita paz e muita saúde para ti,muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ver sem medo, não é um filme de terror. Tem muito romance, mas trata mais de uma família disfuncional. a fotografia é linda e o filme é sutilmente sensual.
      Beijos

      Excluir
  2. Jane Quintela de Carvalho5 de julho de 2020 07:27

    Oi Betty... eu já assisti e tem um um tempinho, mas foi bom recordar, na época eu não tinha filhos... agora tenho uma mocinha de 15 anos e temos que ter bastante inteligência e paciência para acompanhar e aconselhar essa fase tão difícil!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mexe bastante com sentimentos de adolescentes e sexualaidade. Hoje vc verá este filme com um sentido mais intenso.
      Beijos

      Excluir
  3. Respondendo ao teu comentário que me deste em resposta ao meu primeiro comentário nesta tua publicação,não sei porque não dá para dar a resposta da outra maneira,não tens a plaquinha responder,por isso,deixo o segundo comentário nesta tua publicação para te dizer que entendo o teu ponto de vista em relação ao filme,contudo,não sei quando passará esse filme na televisão,pois eu só vejo filmes pela televisão,de qualquer maneira,muito obrigada pelo incentivo a ver o filme!! Boa semana e muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que está na hora da senhora se reciclar, hoje em dia com a netflix, por exemplo, é tudo tão mais fácil e acessível, por que esperar que a televisão resolva passar um filme para podermos assistir?? Bem limitada sua visão de vida e mundo. Triste!!

      Excluir
  4. Oi Betty, eu ainda não assisti ao filme. Adorei a dica. Vou procurar por ele hoje mesmo.
    Beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc vai gostar, você é boa de filmes e gosto de suas indicações.
      Beijos

      Excluir
  5. Não encontrei o filme "As virgens suicídas na Neteflix...abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia,
      No final do post eu digo que não é um filme da Netflix, mas você pode encontrar ótimas cópias gratuítas ou pagas na internet.
      Beijos

      Excluir
  6. Vou ser sincera que nunca vi, pois a sinopse nunca me chamou a atenção, não gosto de filmes sobre a adolescência, principalmente mostrando como uma fase difícil e de descobertas. Mas tem muita gente que irá adora, com certeza.
    www.verdeveggie.blogspot.com

    ResponderExcluir

Blogs que valem uma visita