Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Muito Além do Jardim é mais do que um filme ou uma comédia, é uma obra prima do cinema. É um filme único e muito criativo, que deveria ter dado o Oscar a Peter Sellers, em 1979, por uma interpretação magnífica, mas quem acabou ganhando foi Dustin Hoffman, por Kramer x Kramer, que também é um bom filme, mas previsível e banal.



Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Resenha


Chance é um homem de meia idade, com inteligência limitadíssima, que trabalha e vive como jardineiro na casa de um senhor. Esta casa, embora seja uma mansão, está situada em uma zona decadente, mas Chance não sabe disto, pois tudo o que ele sabe da vida está circunscrito nos muros daquela casa. Ele não sabe ler e nem escrever, e assiste televisão o tempo todo.
Com o falecimento de seu patrão, dois advogados que estão inventariando os bens, o despejam, e Chance sai pelas ruas sem discutir, levando uma mala de roupas e um controle remoto de tv.
Chance tem uma boa aparência, pois ele veste as roupas que seu padrão não usa mais, é branco e parece falar por enigmas.
O fundo musical da primeira excursão de Chance pelas ruas é nada menos do que a do filme 2001 Uma Odisseia no Espaço, e para ele aquele mundo é tão novo e desconhecido como se estivesse desbravando o espaço sideral.
Quando Chance se depara com uma gangue de adolescentes negros, um bocado agressivos, ele tenta usar o controle remoto para mudar de canal.
Chance é atropelado pela limusine de uma senhora muito rica, Eve Land (Shirley MacLaine), que com medo de um escândalo, vez que seu marido Ben Rand (Melvyn Douglas) é muito influente e com grande trânsito na cúpula governamental, sendo inclusive amigo do Presidente dos Estados Unidos, acaba por levar Chance para sua casa (mansão), para que o médico, Dr. Robert Allenby (Richard A. Dysart), que cuida de seu marido muito enfermo, cuide também de Chance.
Chance se apresenta como sendo jardineiro, e as pessoas entendem que Jardineiro é o seu sobrenome.
Tudo o que Chance sabe e fala está na televisão ou em seu jardim, e as pessoas ao ouvi-lo falar de plantas, raízes, estações do ano, época de plantio e colheita, acham que ele está falando através de metáforas.
Ben Rand começa a ver em Chance um sucessor para os seus negócios e Eve se apaixona por ele com o consentimento do marido, que vê nele alguém que pode cuidar dela quando ele morrer.
A situação vai crescendo de um tanto que Chance é apresentado ao Presidente dos EUA (Jack Warden) e acaba por influenciá-lo política e economicamente, ao ponto de ser citado por ele em uma conferência. Chance ganha notoriedade nacional e cada um vê nele aquilo que quer ver. Sua inocência e apatia é vista como serenidade. Começam a afirmar que ele fala vários idiomas e quando um gay pergunta a ele se ele gosta de homens, Chance, referindo-se à televisão, diz que gosta de olhar, e acaba sendo visto como um voyeur.

Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Porque assistir


Muito Além do Jardim é baseado no livro de Jerzy Kosinski, O Vidiota, que foi quem escreveu também o roteiro, e foi dirigido por Hal Ashby, que já era um diretor consagrado na época por ter dirigidos filmes como Ensina-me a Viver, Shampoo, Amargo Regresso, entre outros.
Muito Além do Jardim é um filme que se presta a inúmeras interpretações, muitos críticos o interpretam filosoficamente, outros interpretam psicologicamente, mas a verdade é que por ser um filme único e multifacetado você consegue ver nele até a crise política que o Brasil enfrenta nos dias de hoje.
Alguns críticos vêm em Muito Além do Jardim semelhanças com Forrest Gump, de 1994, mas o filme e os personagens são bem distantes.
Forrest Gump também é limitado mentalmente, e se dá bem na vida devido a uma boa dose de sorte e perseverança, mas as pessoas com quem ele convive sabem de suas deficiências. O mesmo não acontece com Chance, pois ele é muito limitado, muito mais do que Forrest Gump, mas as pessoas não vêm as limitações dele e passam a vê-lo como um gênio, como um verdadeiro guru, sem que ele tenha qualquer intenção de enganar alguém.
O que os dois personagem tem em comum é a limitação mental e a ingenuidade.

Uma crítica aponta a limitação de Chance como sendo autismo, mas não sei se está correta.

Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Preste atenção


As cenas de “sexo”, sim entre aspas, pois não dá para falar que existem cenas de sexo no filme Muito Além do Jardim são hilárias, pois Eve se atira em Chance sem que ele entenda nada do que está acontecendo com ele. Ao vê-lo sem reação, Eve vê como sendo autocontrole e acredita que Chance não quer magoar o seu marido doente.

Talvez Shirley MacLaine exagere um pouco nas cenas, mas é este exagero que dá um tom apimentado ao filme.

Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

Figurino


Logo no início a advogada que vai despejar Chance depois da morte do dono da casa, nota que as roupas de Chance estão muito atuais e por serem muitos velhas acabaram por voltar a moda novamente.
Chance só teve as portas abertas fora da casa de seu antigo patrão devido ao fato de esta bem vestido, não fosse por aquelas roupas ele jamais seria endeusado como foi.
No caso de Chance, ao contrário do que diz o ditado “o hábito faz o monge”.
Eu estudei com um rapaz negro na época da Faculdade de Direito e ele se tornou muito meu amigo. Ele era o cara mais bem vestido de toda faculdade e um dia eu comentei isso com ele, foi então que ele me explicou que era uma questão de necessidade. Como assim? Ele riu e disse, se um negro desmaia na rua e está mal vestido, todo mundo pensa que ele está bêbado, para um negro é uma necessidade estar muito bem vestido para que não pensem que ele é um marginal.

Infelizmente, a sociedade julga as pessoas pela cor da pele até hoje, mas mais do que isto, julga as pessoas pelas suas roupas que usa e Chance foi julgado pelas suas roupas.

Muito Além do Jardim uma comédia inteligente e original

O filme é ótimo e eu estou me segurando para não comentar sobre o final de Muito Além do Jardim, pois o final é muito estranho e dá margem para mais interpretações ainda!
Eu encontrei Muito Além do Jardim AQUI, e a cópia está ótima, mas tem que ter paciência até chegar no filme, pois você será obrigada a clicar em um montão de anúncios, mas tem as vantagens de não precisar se inscrever em nada e ser grátis.


Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

10 comentários:

  1. Esse filme é ótimo, eu vi faz muito tempo.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz tempo que não vejo nos canais abertos ou fechados, mas é um ótimo filme.
      Beijos

      Excluir
  2. Que rica resenha! 👏🏻👏🏻👏🏻
    Vou aproveitar o link e assistir TB! :)

    ResponderExcluir
  3. Deve ser um filme super espectacular,eu gosto muito de ver um bom filme!! Desejo-te um excelente fim-de-semana!! Muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Teresinha,
      É um filme que nos obriga a questionar e tem passagens hilárias.
      Beijos

      Excluir
  4. Jane Quintela de Carvalho11 de julho de 2020 18:54

    Oi Betty... eu ainda não assisti este filme, mas pela resenha é um filme ótimo, daqueles que você fica "matutando" depois, rsrsrs
    Vou conferir!!!
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É filme para toda família ver e gostar. É muito inteligente.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Betty, assisti há muito tempo.
    É bem interessante e bem esteriotipado, né?
    blogjoturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Betty, eu amo esse filme, assisti já algumas vezes...
    Sempre é bom rever. Peter Sellers deveria ter ganhado o Oscar!
    Bjs

    ResponderExcluir

Blogs que valem uma visita