Vidas interrompidas

 

O mundo depois do covid-19

Fique tranquila, não é um post sobre assassinatos e nem uma resenha sobre um seriado policial, é sobre este ano maluco com esta pandemia. Acho que todas as vidas foram interrompidas. Todo mundo foi atingido por esta pandemia e este isolamento social. Vai me dizer que você não sentiu nada e sua vida continuou a mesma depois do meio de março de 2020? Dá para imaginar o que sentiram os alemães com a construção do muro de Berlim; num dia tinham uma cidade e uma vida, no outro tinha um muro separando famílias, seccionando vidas, interrompendo histórias. Assim estamos nós com este convid-19 no planeta; num dia fazíamos planos para viajar, para estudar, construir, viver, e no dia seguinte o muro apareceu e separou o ano em antes do covid e depois do covid.

Não adianta eu mentir para mim mesma, mas este foi o pior ano da minha vida e ganhou de longe do ano que tive câncer de mama e que tive que passar por quimioterapia. Quando eu estava em tratamento em momento algum pensei em morrer, só pensava que aquilo iria acabar e tinha data para acabar. Eu sabia as datas das quimios e sabia que no final do ano eu estaria livre.

O mal do covid e do isolamento social é que não sabemos quando efetivamente vai acabar, quando estaremos livres para voltar a viver como vivíamos, quando poderemos fazer planos e traçar metas para realiza-los. Está tudo em suspense!

As crianças esperam pelas aulas, as pessoas esperam poder voltar ao trabalho, todos esperamos poder nos abraçamos, falar cara a cara, tomar um café juntos, enfim voltar a viver, mas quando será isto?

Eu só quero uma data de final deste tormento para começar a planejar minha vida! A falta de data corrói as esperanças e faz com que o cansaço tome conta.

Enfim a vacina está aí, mas quando é que todo o mundo estará imunizado?  Se eu pudesse pedir um único presente de Natal, pediria que me dessem uma data, aquela data em que todos nós vamos voltar a viver como vivíamos antes.

E você, qual presente de Natal pediria?


Foto Krysztof Maksimiuk, via Unsplash

Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

8 comentários:

  1. O seu sentimento é comum a todos. Infelizmente, ontem, depois que vi as noticias na Inglaterra, fiquei ainda mais pessimista! Não se vislumbra fim à vista. Bjs, boa semana, feliz natal. Val.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Val,
      Que vai acabar, nos sabemos, mas quando? O vírus sempre parece querer ficar um pouco mais. Desmarquei viagem e festas. Vamos passar o Natal sozinhos em casa, tentando manter a saúde. Agora essa da Inglaterra!
      Beijos e muita saúde

      Excluir
  2. Jane Quintela de Carvalho21 de dezembro de 2020 11:07

    Oi Betty... por incrível que pareça 2020 foi um ano desafiador, mas muito bom pra mim, em vários sentidos. O meu pedido de Natal seria sabedoria para enfrentar 2021 pois sei que teremos mais batalhas para enfrentar, não confio nessas vacinas feitas em tão pouco. Vamos passar o Natal em Família, nós e meu pai. Será uma delícia!
    Beijosss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi jane,
      Eu acredito que a vacinação pode funcionar, mas mesmo funcionando, até vacinar todo mundo vai um bom tempo. Em alguns aspecto foi um ano bom para mim também, mas pesando os pró e contras, tiveram mais contras do que prós.
      Beijos

      Excluir
  3. Infelizmente, nossos sentimentos são iguais! Além de não termos uma data para o final desta peste, o perigo iminente de morte nos ronda! Um ano desesperador com todas as letras! Que Deus nos ajude!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus nos ajude mesmo! Precisamos ter nossas vidas de volta.
      Beijos

      Excluir
  4. Olá Betty! Eu não tenho o costume de pedir muitas coisas, nem no Natal nem no Ano Novo, já me deixei disso...
    Mas esta pandemia veio "cortar" o rumo de tantas coisas, só queria voltar a ter um pouco da minha normalidade e de saude. Isso era o que eu queria realmente para todos principalmente para aqueles que mais precisarem!
    E que as pessoas olhem à sua volta e reflitam sobre o que estamos a passar, reflitam sobre se vale a pena tantos conflitos, tantas "guerras", mutas sem razão...

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sandra,
      Eu nunca imaginei viver nada parecido na vida. Tanto se falava em guerra biológica e estamos vivendo os efeitos de uma guerra biológicva mesmo sem guerra.
      Que esta vacina venha o quanto antes!
      Feliz 2021.
      Beijos

      Excluir

Blogs que valem uma visita