A Lei do Retorno existe sim

 

Lei do Reorno

Eu nunca acreditei na lei do retorno, naquelas frases que dizem que “você colhe o que planta ou “quem faz aqui paga aqui”, pois sempre vi pessoas se dando muito bem na vida embora tenham um caráter no mínimo duvidoso, para não dizer podre.

Vi pessoas ficando muito ricas com trapaças e se você for verificar minuciosamente as grandes fortunas, elas nunca são muito honestas, nunca são muito bem explicadas. Então que raio de lei do retorno é essa em que alguns trabalham a vida toda para viver na miséria, enquanto outros fazem fortunas roubando de quem não tem como se defender da ganância deles?

Eu sei que a lei do retorno não diz respeito apenas a dinheiro, que é mais espiritual, diz mais sobre as atitudes que causam mal à alguém do que ao lado financeiro.

Eu já levei bordoadas na vida de pessoas maldosas, desonestas e muitas vezes inconsequentes, e sempre ouvi que estas pessoas teriam o que mereciam, pois é impossível se livrar da lei do retorno, mas eu via a lei do retorno como uma boa desculpa para os vingativos: “se eu não consigo revidar o mal que você me fez, ao menos eu sei que o universo se encarregará disso por mim”. Seria um consolo para nós eu não temos como reagir à maldade de algumas pessoas, que de certa maneira são mais poderosas do que nós, pois conseguem nos ferir sem que possamos revidar.

Sempre evitei fazer o mal na vida, mas não por medo da lei do retorno ou de Deus, mas sim porque jamais me sentiria bem se soubesse que falei de maneira ríspida com um semelhante, que coloquei uma lágrima que fosse no rosto de uma pessoa, o que não quer dizer que não possa ter feito mal a alguém, afinal sou um ser humano, mas nunca fiz isto propositalmente.

Já me desculpei mais na vida do que ouvi pedido de desculpas, e muitas vezes me desculpei sabendo que nem culpa tinha (na maioria das vezes), mas por saber que a pessoa se sentiria melhor com um pedido de desculpas.

Mas nos últimos tempos tenho presenciado a lei do retorno agindo e uma coisa aprendi, ela existe, mas ela não é imediata e nem serve como vingança, sendo que algumas vezes eu fiquei triste por ver a pessoa sofrendo pelos atos que ela mesmo plantou.

A lei do retorno funciona para o bem da mesma forma que funciona para o mal e aquilo que chamamos de sorte, acredito que seja ela agindo em nossas vidas.

Eu não sei definir bem a lei do retorno, mas acredito que o universo, assim como pode conspirar a nosso favor, também pode conspirar contra nós. É algo maior do que eu posso compreender, mas consigo vê-la agindo.

Embora eu não possa citar casos aqui, pois os autores poderiam ser identificados com certa facilidade, vou exemplificar com um caso daqueles que a gente conta o milagre, mas não conta o santo.

Uma pessoa, de classe média baixa, subiu na vida e ficou muito rica, mas fez isto tomando dinheiro de um irmão que tinha uma deficiência leve, dos pais, dos sócios, dos seus empregados, enfim, foi construindo uma fortuna sempre tomando de quem tinha menos do que ele e não podia reagir. Sempre que eu passava em frente a empresa dessa pessoa, eu pensava que “o crime compensa”, pois o que ela fez e fazia, era de certa forma criminoso. Por anos esta pessoa cresceu e o seu crescimento sempre me provou que a vida não era justa, mas sim jogava a favor dos espertos.

Um dia, uma mega store do mesmo ramo (não vou contar de que ramo) que da empresa dela, abriu na frente transformando o negócio, que ela tinha, em uma lojinha velha e empoeirada quando comparada com o novo concorrente.

Não precisou ninguém roubar nada dela e nem fazer o jogo que essa pessoa tinha feito a vida toda, bastou crescer de um tanto para que uma empresa concorrente visse que o negócio era bom e que o ponto em que estava era ótimo. O próprio sucesso a levou a ruína!

Foi uma das dívidas mais bem cobradas pela lei do retorno que eu já vi! Mas não fiquei feliz, pelo contrário, fico triste vendo uma empresa morrer, perder o brilho, virar saudade.

Não faça o bem esperando receber nenhuma recompensa, pois o próprio bem é a recompensa em si mesmo, dá uma sensação de prazer, de dever cumprido, mas pense muito antes de magoar alguém, pois pode demorar muitos anos, mas a dor que você causar vai voltar para você, e volta com uma força que não tem como consertar ou tentar se desviar.

E o bem vai voltar também? Volta sim, mas não fique esperando. A lei do retorno sabe o caminho, mas não gosta de ser cobrada.


Foto Francesca Zamag via Unsplash


Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

7 comentários:

  1. Oi Betty, é um assunto muito interessante, a lei do retorno é uma das 7 leis do universo de Hermes Trimegistro:
    As sete leis herméticas
    Lei do Mentalismo.
    Lei da Correspondência.
    Lei da Vibração.
    Lei da Polaridade.
    Lei do Ritmo.
    Lei do Gênero.
    Lei de Causa e Efeito.
    E nessa transição planetária ela está ocorrendo com maior rapidez porque não teremos mais encarnação no nosso planeta.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa! Não sabia disto, Meire. Vou procurar me inteirar mais.
      Beijos

      Excluir
  2. Jane Quintela de Carvalho13 de março de 2021 08:35

    Oi Betty... eu super acredito na Lei do Retorno, acho que tudo que fazemos aqui volta pra gente na mesma proporção, até mesmo em outra geração.
    Fazer o bem é o que devemos fazer, e como vc disse: sem esperar recompensas!
    Beijossss!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jane,
      Hj não apenas sei que a lei do retorno existe, como ei que ela pode ser positiva ou negativa.
      Beijos

      Excluir
  3. Acredito na Lei do retorno. Às vezes nem nos damos conta dela, mas está ali, agindo sobre nós, seja para o bem seja para o mal. Acredito que à vezes ela é tão tênue que a própria pessoa nem perceba que está ocorrendo. Mas que ela existem, ah, se existe. Bjs Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laura,
      Demorei para me darconta que a lei do reorno é infalível!
      Beijos

      Excluir
  4. Parabéns pelo texto! Acredito também nessa lei, pois tudo que a gente planta nessa vida a gente colhe de alguma forma. Fazer o bem é a saída se queremos ter uma vida boa e recompensadora. Eu sou daqueles que busca ajudar a todos, não porque espero algo em troca, mas por mim mesmo.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA voltou do Hiatus de verão cheio de novidades e posts novos!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Blogs que valem uma visita