Como interpretar seus sonhos e seus significados

 

Significado dos sonhos

Enquanto um sonho bom pode começar o dia feliz, um sonho ruim pode deixá-la abalada por horas - imaginando exatamente por que você sonhou em fazer uma apresentação de trabalho, totalmente nu, na frente de um público.

Ainda que os sonhos sejam desagradáveis ou ruins, porém, os psicólogos acreditam que os sonhos podem revelar muito sobre nosso bem-estar mental - e ignorar as principais "pistas" psicológicas que nossos sonhos estão tentando nos dizer pode ter consequências prejudiciais, nos impedindo de lidar com ansiedades e estresses em nossa vida desperta.


Por que sonhamos?


“Todo mundo sonha”, diz o psicólogo dos sonhos Ian Wallace. “É uma necessidade biológica, e as pessoas que pensam que não sonham, na verdade simplesmente não se lembram de seus sonhos quando acordam”.

Wallace, cujo trabalho com os sonhos é uma parte fundamental de sua prática psicológica, diz que sempre foi fascinado por sua aplicação prática e como observá-los pode nos ajudar a alcançar nossos objetivos e ambições na vida desperta.

“Como humanos, dormimos em ciclos de 90 minutos - ou os chamados ritmos ultradianos - e em cada um desses ciclos temos um episódio de sonho.”

Se você consegue dormir sete horas e meia por noite, Wallace diz que terá cerca de cinco episódios de sonho no total. No início da noite, esses episódios são geralmente bastante curtos e fragmentados - talvez de 10 a 15 minutos - mas quando você chega pela manhã, eles podem ter cerca de 40 ou 45 minutos de duração.

“Passamos cerca de duas horas por noite sonhando”, diz Wallace. “As pessoas costumam dizer: 'Ninguém sabe porque sonhamos', mas isso é um disparate. Na década de 1970, experimentos na escola de medicina da UCSF (Universidade da Califórnia em São Francisco) descobriram que, quando estamos acordados, temos consciência apenas de cerca de 2% do que estamos realmente experimentando.

“A maior parte dos outros 98% da consciência inconsciente é emocional, então estamos absorvendo uma grande quantidade de informações experienciais emocionais durante o dia”, diz Wallace. “Nosso cérebro tem que fazer algo com isso”.

“A função fundamental do sonho é processar nossas emoções - compreender nosso senso de identidade, quem somos, nossas necessidades e crenças. Também estamos usando esse tempo para consolidar nossas memórias. As pessoas costumam pensar nos sonhos como uma série de imagens, mas na verdade eles são um fluxo de emoções.”


O que realmente significam pesadelos frequentes?


Se você tem um certo pesadelo repetidamente, seu subconsciente pode estar tentando lhe dizer algo importante. “Pesadelos são o cérebro trabalhando por meio das emoções”, diz Wallace.

“A saúde mental é fundamentalmente emocional, então quando você cria algo que é um pouco assustador ou perturbador, você está processando algumas emoções realmente poderosas. Da mesma forma que se formos apanhados em uma situação emocional estressante na vida, podemos tentar fugir dela, fazemos exatamente a mesma coisa quando nos forçamos a acordar de um pesadelo”.

Significado dos sonhos


Quais tipos de sonhos podem indicar que você precisa prestar atenção em alguma coisa?



“Realmente depende da fonte de ansiedade, estresse ou depressão”, diz Wallace. “Frequentemente, haverá uma sensação de estar fora de controle ou de coisas acontecendo que podem ser muito poderosas e muitas vezes violentas.” Ele diz que você pode ser apanhado por uma tempestade, um tsunami ou um redemoinho, e o sonho também pode ser bastante escuro e sombrio na aparência.

“Um dos cenários de sonho mais comuns é alguém tentando encontrar o caminho de casa”, diz Wallace. “A imagem de sonho número um é a casa, e a razão de tantas vezes as vermos em sonhos é que usamos a casa como um símbolo para representar o eu; as casas têm interiores e exteriores como nós.”

“Se você sonha que não consegue encontrar o caminho de casa, pode ser que esteja tentando se reconectar com quem você é. Talvez você esteja adotando uma persona no mundo exterior para se encaixar e garantir que todos gostem de você? Isso pode causar uma quantidade enorme de estresse oculto ao longo do tempo, contribuindo para pesadelos”, explica Wallace.


Quais outros temas de sonho comuns podem surgir?


“Os sonhos geralmente têm a ver com identidade, porque estamos descobrindo quem somos e do que precisamos, e as crenças e perspectivas que temos”, diz Wallace. “Se você se sente insatisfeita, desvalorizada ou não é a pessoa que deseja ser na vida desperta, seus sonhos muitas vezes refletirão isso.

“Por exemplo, pessoas que são muito bem sucedidas e verdadeiras perfeccionistas costumam sonhar que não estão preparadas para um exame. Muitas vezes, essas são as últimas pessoas que não estariam preparadas para nada, mas se você olhar para isso como um símbolo, um exame é essencialmente uma forma de julgar alguma coisa. As pessoas que têm esse tipo de sonho estão examinando incessantemente suas habilidades.”

Wallace diz que ficar nu em público é o quarto sonho mais comum que as pessoas tendem a ter, e geralmente ocorre quando nos sentimos expostos e vulneráveis ​​em uma situação estranha - como um novo emprego ou relacionamento.

“A razão pela qual a sonhadora cria a visão da nudez é que usamos nossas roupas para apresentar a outras pessoas uma imagem de quem somos. Quando você está nua, você sente que perdeu o controle de sua autoimagem e as pessoas podem ver quem você verdadeiramente é.”

No processamento de nossas emoções, Wallace diz que os sonhos estão realmente fazendo um trabalho útil - ajudando a reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão. “Dito isso, como os sonhos são uma vertente esquecida da psicologia, as pessoas tendem a pensar: 'Oh, é um sonho ruim', e não se envolvem com as imagens e fazem algo proativo com elas”.


Significado dos sonhos

Como você pode estar mais em sintonia com seus sonhos?


Então, como podemos ser proativas? “Diários de sonhos podem ser úteis. Ao acordar, você pode rabiscar algumas coisas importantes do sonho - ou pode ser mais fácil se gravar contando o sonho em seu celular”, diz Wallace.

Com o passar do tempo, geralmente você começará a ver o surgimento de temas. “Normalmente, eles estarão associados a grandes arcos emocionais em sua vida”, acrescenta Wallace.

O que é realmente importante é que você observe todas as tendências. “Não adianta deixar esses sonhos passarem, porque se você não ouvir as mensagens, começará a ter sonhos recorrentes”. É quando você vê os mesmos símbolos voltando repetidamente, o que pode acontecer por meses, anos e até décadas. “Essencialmente, em sonhos recorrentes, você continuará enviando a si mesmo a mesma mensagem até que ela seja transmitida; até você agir na vida desperta”.


Como você pode interpretar seus sonhos?


“Sempre digo que a melhor pessoa para analisar sonhos é a sonhadora”, diz Wallace. “As pessoas são muito boas em compreender as imagens em seus próprios sonhos - e é tudo sobre como dominar a linguagem dos seus próprios sonhos e como ela se parece.”

“Há outra coisa realmente poderosa que você pode fazer se estiver tendo sonhos perturbadores. No momento em que você está se conscientizando de que está tendo um sonho incômodo e tentando acordar, você pode tentar mudar conscientemente a imagem nesse estado de semi despertar”, acrescenta Wallace.

“Por exemplo, se você está sendo perseguida por um monstro assustador, você pode aprender a tornar o monstro menor, ou mais cômico, ou mais brilhante em seu estado lúcido. Compreender sua capacidade de trabalhar com as imagens dos seus sonhos pode ser realmente estimulante.

“A principal coisa que digo aos meus pacientes é que não tenham medo de sonhar, mesmo se você estiver tendo pesadelos”, diz Wallace. “Os sonhos podem ajudá-la a se entender melhor, estabelecer limites e perceber que você sempre tem muito mais poder e escolha do que pensa para fazer mudanças em sua vida. Isso é uma coisa edificante para se agarrar.”


Fonte de consulta Savoir Flair 
Imagem criada por Betty Gaeta usando Canva - foto de Enrique Meseguer via Pixabay
Fotos: Jasmin Chew via Pexels  freepik

Compartilhe

Betty Gaeta

Gosto Disto foi criado por Betty Gaeta, publicitária, advogada e blogueira, de Bauru - SP, para falar de moda, beleza, comportamento, viagens, decoração, filmes e tudo o que se refira ao universo feminino.

3 comentários:

  1. Oi Betty, este post vem bem num momento em que eu tive um pesadelo muito triste dia 14 ao amanhecer (acordei e peguei no sono de novo). Parecia muito real e eu acordei muito assustada. Pois bem, meu pesadelo se tornou realidade na noite do mesmo dia e culminou com a trágica morte de uma pessoa que eu conhecia. O pesadelo foi quase igual, apenas a localização era diferente...
    Beijos, Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Ana! Eu tive um sonho premonitório quando estava grávida de minha filha, mas foi para o bem. Deve ser chocante sonhar com algo mal que se realiza!
      Beijos

      Excluir
    2. Nem me fala, não é a primeira vez que isso me acontece, mas é o que teve a realidade mais trágica. Enfim, que venham agora os bons sonhos. Beijos

      Excluir

Blogs que valem uma visita